Meteorologia

  • 08 JULHO 2020
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

PSP pondera a “utilização de drones com câmaras” para controlar adeptos

No dia em que a I Liga regressa aos relvados, a PSP reitera o apelo ao cumprimento das regras de segurança para garantir "o normal decorrer da competição até ao final". Caso contrário, avisa, um "passo atrás" pode ter de ser dado e o campeonato novamente suspenso.

PSP pondera a “utilização de drones com câmaras” para controlar adeptos

Numa conferência de imprensa de antevisão do retomar do campeonato nacional de futebol, que arranca esta quarta-feira no Estádio do Famalicão, a PSP apelou "à responsabilidade social" e ao "cumprimento das regras sanitárias", salientando que estão proibidas no país "concentrações superiores a 20 pessoas" e na Área Metropolitana de Lisboa estão limitadas a dez pessoas.

"O comportamento que todos tiverem será fundamental para o normal decorrer da competição até ao final", afirmou Luís Elias, superintendente da PSP, afirmou que a perspetiva da autoridade é de serem "facilitadores" e de garantirem "a segurança de todos, numa altura em que a época vai decorrer como nunca até hoje".

Os aeroportos serão também uma prioridade em termos operacionais, nomeadamente o Aeroporto Humberto Delgado,  em Lisboa, o Francisco Sá Carneiro, no Porto, e o Aeroporto do Funchal, na Madeira, "na perspetiva de garantirmos as chegadas e as partidas das comitivas das equipas e também de prevenir eventuais concentrações de adeptos".

"Em termos de valências policiais afetas aos policiamentos", superintendente da PSP informou que os comandos territoriais da PSP "terão afetas as suas valências normais, desde as equipas de intervenção rápida, às equipas de prevenção e reação imediata, até às unidades de informações desportivas através dos spotters, e também a unidade especial de polícia, nomeadamente através do corpo de intervenção e do grupo operacional cinotécnico".

Mais, destacou, "também equacionaremos a utilização de drones com câmaras acopladas no sentido de podermos visualizar os itinerários, as imediações de estádios e os locais de concentração de adeptos que possam ocorrer nas cidades sob a nossa jurisdição".

Salientando o trabalho de cooperação que tem sido desenvolvido com diversas entidades, designadamente a LPFP, os clubes e respetivas SADs, e os grupos organizados de adeptos (vulgo claques), o superintendente Luís Elias reforçou o apelo "à responsabilidade social e cumprimento das regras sanitárias". "Esta será uma das nossas preocupações para ajudarmos neste esforço global de prevenção do vírus nesta fase da pandemia que se encontra ainda ativa", justificou.

Também presente na conferência, o comissário Iuri Rodrigues deu o exemplo do regresso de campeonatos na Europa, para que não seja dado um passo atrás. "No caso [do campeonato] alemão tem sido de salutar,. Já na Croácia e Sérvia, as forças policiais tiveram de intervir para evitar confrontos entre adeptos. Que haja respeito e apoiem os clubes da melhor forma, deixando as competições decorrerem dentro normalidade para não ser dado um passo atrás", defendeu.

Recorde-se que, o Famalicão, sétimo classificado do campeonato, com 37 pontos, recebe o líder isolado FC Porto, com 60, no Estádio Municipal 22 de julho, a partir das 21:15, em encontro da 25.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Perímetro de segurança vai 'controlar' os adeptos do FC Porto

Entretanto, ao final da manhã desta quarta-feira, e através de videoconferência, Pedro Colaço, do comando distrital de Braga, deu conta de como se vai ser montado o dispositivo policial no jogo de hoje, à porta fechada, que marca o regresso da competição em Portugal, e já depois de se ter disputado o Portimonense-GilVicente, que começa mais cedo.

"Serão acompanhados, monitorizados por polícias, e, quando chegarem a Famalicão, será criada um perímetro exterior, de mais ou menos 100 metros, pelo qual apenas podem passar os autocarros das equipas, elementos do staff e dirigentes e, eventualmente, algumas pessoas que possam ter de aceder às suas casas. Os grupos organizados, que estão a par disto, não podem entrar nesse perímetro", explicou.

[Notícia atualizada às 12h50]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório