Meteorologia

  • 08 JULHO 2020
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Gomes Cravinho entrega 30 viaturas ao Instituto de Socorros a Náufragos

Ministro da Defesa deixou, esta sexta-feira, uma mensagem de confiança e de esperança aos portugueses antes do arranque da época balnear, este ano a 6 de junho.

Gomes Cravinho entrega 30 viaturas ao Instituto de Socorros a Náufragos

O ministro da Defesa entregou, esta sexta-feira, 30 viaturas ao Instituto de Socorros a Náufragos (ISN), organismo integrado na estrutura da Direção-Geral da Autoridade Marítima, para ajudar as autoridades a manter a segurança nas praias portuguesas, numa altura em que estamos prestes a entrar na época balnear, que este ano se inicia mais tarde, a 6 de junho, devido à pandemia da Covid-19.

Foram assim entregues 28 veículos em Portugal Continental,  um meio nos Açores e outro, "pela primeira vez", ao Porto Santo.

Além do reforço da frota, João Gomes Cravinho salientou, "com apresso" o reforço dos meios humanos "com 36 militares da Marinha habilitados com o curso de Nadador Salvador e outras formações relevantes, a que se juntam outros 133 para que a sua ação combinada para a segurança das praias".

Durante a mesma intervenção, na cerimónia de entrega das viaturas AMAROK (todo-o-terreno) ao ISN, nas Instalações Centrais de Marinha, em Lisboa, Gomes Cravinho sublinhou o "contributo indispensável" destes elementos para a segurança do país, principalmente, nesta época balnear que "apresenta desafios particularmente complexos".

Apesar das dificuldades que possam surgir no verão que se avizinha, em plena pandemia da Covid-19, o governante mostrou-se "confiante" e com esperança de que todos cumpram os seus deveres cívicos.

"Estou confiante que os portugueses e os turistas, que nos vão visitar, poderão usufruir do muito merecido descanso à beira-mar em segurança e tranquilidade, empenhados num esforço conjunto de todos: Governo, entidades, cidadãos. Aproveito para aqui fazer um apelo ao dever cívico. Todos sem exceção terão de fazer a sua parte. Cada cidadão, estando ou não de férias, tem um papel pessoal na resposta coletiva à atual situação de pandemia", lembrou Gomes Cravinho.

Leia Também: AO MINUTO: Novas medidas 'em breve'; Espanha com duas mortes em 24 horas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório