Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2021
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Hospital São João dá 10 conselhos aos idosos para prevenirem quedas

No ano passado, a maioria dos internamentos ou episódios de urgência que envolveram pessoas com mais de 65 anos e que envolveram traumatismos decorreram de acidentes domésticos, muitas vezes quedas.

Hospital São João dá 10 conselhos aos idosos para prevenirem quedas

O Serviço de Neurocirurgia do Centro Hospitalar Universitário São João (CHUSJ), em conjunto com a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), lançou uma campanha que pretende chegar à população idosa com 10 conselhos úteis para prevenir as quedas e consequentemente reduzir as deslocações ao Hospital.

Numa nota enviada às redações a unidade hospitalar do Porto realça que esta mensagem torna-se ainda mais importante neste período de maior risco de queda devido ao confinamento em casa e isolamento social, no âmbito da pandemia de Covid-19.

De acordo com dados do São João, em 2019, a maioria dos internamentos ou episódios de urgência que envolveram pessoas com mais de 65 anos e que originaram traumatismos decorreram de acidentes domésticos, muitas vezes quedas.

"Cerca de 500 pessoas com mais de 65 anos foram admitidas no Serviço de Urgência do CHUSJ, por traumatismos cranianos, a esmagadora maioria na sequência de uma queda. Estas situações levam muitas vezes ao internamento e à realização de cirurgia craniana para tratamento", frisa o hospital. 

Traumatismos cranianos aumentam nos mais velhos

De acordo com Rui Vaz, diretor do Serviço de Neurocirurgia do CHUSJ e professor da FMUP, "no ano passado, cerca de metade das pessoas internadas com este quadro clínico necessitou de cirurgia craniana, cerca de 160 pessoas com mais de 70 anos tiveram que ser internadas no Serviço de Neurocirurgia depois de terem sofrido quedas e cerca de 100 destas pessoas tiveram de ser submetidas a cirurgia da cabeça, devido a pequenos traumatismos ocorridos nas atividades de vida diária.

Segundo o clínico, registou-se nos últimos anos "uma modificação na epidemiologia dos traumatismos cranianos, com diminuição dos acidentes de viação que atingiam principalmente os mais jovens, passando atualmente a maioria a ser por quedas nos mais velhos", lê-se na nota do hospital. 

Outro fator que explica o aumento dos traumatismos cranianos em população idosa, aponta o clínico, "prende-se com a maior utilização de medicamentos para prevenção dos acidentes vasculares cerebrais nesta população, que interferem com a coagulação do sangue, aumentando o risco de  hemorragias intracraniana".

Fique com os 10 conselhos para evitar as quedas: 

1- Use uma luz de presença no quarto ou um candeeiro junto à cama que possa ligar antes de se levantar.

2- Mantenha uma boa iluminação no trajeto quarto - casa de banho, principalmente durante a noite.

3- Sente-se alguns segundos na cama antes de se levantar devagar.

4- Tire todos os tapetes e passadeiras e objetos em que possa tropeçar. 

5- Não use chinelos, use calçado ajustado e com boa aderência ao solo.

6- Coloque antiderrapantes nos locais mais escorregadios (nomeadamente dentro e fora do banho).

7- Evite subir a superfícies altas. Mantenha tudo o que necessita à altura dos braços. 

8- Garanta apoio adequado para subir e descer escadas. 

9- Mantenha-se ativo e cumpra corretamente a sua medicação.

10- Tenha sempre consigo o telemóvel ou telefone fixo, através dos quais possa pedir ajuda se tal for necessário. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório