Meteorologia

  • 29 SETEMBRO 2020
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 29º

Edição

Está a trabalhar em casa? A DGS tem 12 conselhos para si

Direção-Geral da Saúde ajuda-o a conseguir obter um "produtivo e saudável trabalho".

Está a trabalhar em casa? A DGS tem 12 conselhos para si

A Direção-Geral da Saúde (DGS) lançou 12 dicas úteis para os portugueses que estão a trabalhar de casa consigam fazê-lo produtiva e saudavelmente. Leia e siga estes conselhos da autoridade. 

Ponto um. Mantenha a rotina diária. "É importante a organização dos horários - acordar/deitar; início/fim do período de trabalho e refeições", começa por indicar. 

Outro dos pontos a ter em conta é "não descurar a higiene pessoal diária e o vestuário". Bem sabemos que às vezes a preguiça quer levar a melhor, mas... não a podemos deixar. 

Deve também, de acordo com a DGS, "valorizar o descanso noturno e a higiene do sono para restabelecer as energias vitais e o equilíbrio pessoal". 

Ponto dois. Defina um espaço para trabalhar. "É importante estabelecer um espaço que permita a concentração durante o trabalho e que facilite a desativação no final do dia", conclui a Direção-Geral da Saúde. 

Ponto 3. Adeque o seu ambiente de trabalho. "O espaço deve estar limpo e arrumado - se possível, com pouco ruído, a temperatura confortável, arejado e com iluminação natural", destaca a autoridade. Deve ainda "verificar a necessidade de aumentar ou reduzir a luz disponível e de recorrer a iluminação localizada". 

Ponto 4. Evite posições (posturas) de trabalho inadequadas. E este é um ponto que vale muito a pena frisar: "Procure ajustar o mobiliário e os equipamentos de trabalho de forma a ter maior conforto e bem-estar corporal", conclui a DGS

Ponto 5. (Re)Organize o tempo de trabalho. "Estabeleça os períodos e as pausas de trabalho" - as pausas deverão implicar uma mudança de espaço -, "reconheça os fatores de distração" e "realize uma lista de tarefas diárias", aconselha a DGS

Ponto 6. Adapte o seu trabalho. "Estabeleça prioridades e objetivos de trabalho, apresentando-os e negociando-os com a sua chefia", é ainda referido. 

Ponto 7. Mantenha-se informado por fontes fidedignas. "É importante estar atualizado quanto à evolução da pandemia da Covid-19, no entanto, esta informação pode gerar ansiedade e preocupação acrescida", frisa a DGS. Evite, assim, consultar "fontes que não sejam oficiais". 

Ponto 8. Ative e reforce a sua rede social de suporte. "Recorra às novas tecnologias e a telefonemas para manter um contacto social regular", advoga. 

Ponto 9. Pratique exercício físico. "Ajuda a manter-nos fisicamente ativos, evita o sedentarismo e favorece o bem-estar mental", dizem, avisando que "o recurso a exercícios online poderá ser um bom incentivo". 

Ponto 10. Efetue uma boa alimentação. "Realizar uma alimentação completa, variada e equilibrada, seguindo os princípios da Roda dos Alimentos e beber água com frequência são aspetos essenciais à saúde e ao bem-estar físico e mental", aclara a DGS. "Deve-se evitar o 'lixo alimentar', mesmo em situações de stress emocional". 

Ponto 11. Realize atividades aprazíveis fora do tempo de trabalho. "Coloque em prática atividades que mais gosta de fazer e possíveis de realizar neste contexto de pandemia" e "valorize os momentos diários", como tomar um chá ou apanhar sol na varanda. 

Ponto 12. Informe e aconselhe-se como o serviço de saúde ocupacional do seu local de trabalho. "Emoções negativas como tristeza, preocupação, ansiedade, desmotivação, podem ocorrer quando vivenciamos um distanciamento social", alerta a DGS. "Podem manifestar-se sintomas de dor ou desconforto para além do habitual, independentemente da sua localização corporal". 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório