Meteorologia

  • 05 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Líderes cristãos em Portugal congratulam-se com "exemplos de altruísmo"

Um grupo de líderes cristãos em Portugal congratulou-se hoje com "os inúmeros exemplos de altruísmo e de profunda dedicação ao próximo" em diversas áreas, mas em particular na saúde, no combate à covid-19.

Líderes cristãos em Portugal congratulam-se com "exemplos de altruísmo"
Notícias ao Minuto

09:36 - 09/04/20 por Lusa

País Covid-19

Numa mensagem conjunta de Páscoa, apelam "à união de todos" e "à oração pelos que nos governam e têm responsabilidades coletivas" quando se vive "um tempo particular da nossa história coletiva".

O texto é subscrito por António Calaim, presidente da Aliança Evangélica Portuguesa, Jorge Pina Cabral, bispo da Igreja Lusitana (Comunhão Anglicana), Manuel Linda, bispo da Diocese Católica Romana do Porto, Miguel Jerónimo, diretor executivo da Sociedade Bíblica, Paulo Medeiros Silva, presidente da Igreja Evangélica Presbiteriana de Portugal, Philip Bourne, reverendo cónego da Igreja Inglesa de St. James Porto, e Sifredo Teixeira, bispo da Igreja Evangélica Metodista Portuguesa.

"Súbita e inesperadamente fomos confrontados com desafios e exigências que nunca tínhamos imaginado. Ficámos privados da liberdade de circulação, impossibilitados de estar juntos e sujeitos a uma ameaça latente capaz de fazer perigar a própria vida. A pandemia do coronavírus atingiu-nos por igual, sem exceção de classe social, económica ou religião", sublinham na mensagem.

Os oito líderes cristãos consideram que "a indiferença tem dado lugar à solidariedade ativa e a defesa do valor sagrado da vida expressa-se no particular cuidado para com os mais débeis e idosos".

"Como discípulos de Cristo ressuscitado, e na rica diversidade das tradições que nos identificam, estamos conscientes da importância de estarmos cada vez mais unidos no anúncio e no testemunho do amor de Deus", afirmam.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 87 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 280 mil são considerados curados.

O continente europeu, com mais de 772 mil infetados e mais de 61 mil mortos, é aquele onde se regista o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, contabilizando 17.669 óbitos em 139.422 casos confirmados até quarta-feira.

Em Portugal, segundo o balanço feito na quarta-feira pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 380 mortes, mais 35 do que na véspera (+10,1%), e 13.141 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 699 em relação a terça-feira (+5,6%).

Dos infetados, 1.211 estão internados, 245 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 196 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório