Meteorologia

  • 02 JUNHO 2020
Tempo
23º
MIN 18º MÁX 26º

Edição

Governo dos Açores diz não ter dados que apontem falta de material médico

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, disse hoje não ter dados que apontem para "falta de material nas unidades de saúde" da região para fazer face à pandemia de covid-19.

Governo dos Açores diz não ter dados que apontem falta de material médico
Notícias ao Minuto

16:41 - 02/04/20 por Lusa

País Covid-19

"Segundo os dados que eu tenho, não há falta de material nas unidades de saúde. Ainda hoje (...) aterrou um avião que trouxe material diverso para o nosso Serviço Regional de Saúde", declarou o governante, falando em conferência de imprensa em Ponta Delgada.

A Ordem dos Enfermeiros dos Açores denunciou hoje "vários relatos" que "chegam diariamente" sobre uma alegada falta de equipamentos de proteção individual em algumas instituições e serviços.

"Ao longo do próximo fim de semana e na próxima semana está prevista a chegada de mais material para reforçar a nossa capacidade", acrescentou ainda Vasco Cordeiro.

E sublinhou: "Não coloco sequer a hipótese de me estarem a mentir a mim, o que seria mau, ou sequer de estarem a mentir aos profissionais de saúde que estão na linha da frente, o que seria muitíssimo pior".

O Governo dos Açores (PS) decidiu hoje fixar cercas sanitárias nos seis concelhos da ilha de São Miguel, para fazer face à pandemia de covid-19 na região.

Ficam interditadas, segundo Vasco Cordeiro, "as deslocações entre concelhos" a partir das 00:00 de sexta-feira e as 00:00 de dia 17 de abril.

"Estas medidas aqui anunciadas pretendem salvaguardar a saúde pública, concretamente na ilha de São Miguel, mas só surtirão efeito se todos nós as cumprirmos escrupulosamente", acrescentou.

São Miguel é formada pelos concelhos de Ponta Delgada, Ribeira Grande, Lagoa, Vila Franca do Campo, Povoação e Nordeste.

O Governo dos Açores determinou também o encerramento do atendimento ao público em todos os serviços públicos, da administração regional e local, de estabelecimentos comerciais, industriais e serviços, na ilha de São Miguel.

Algumas das exceções previstas na resolução aprovada pelo Governo Regional prendem-se com o abastecimento de bens essenciais à população da ilha e a manutenção da atividade de setores tidos por fundamentais para esse objetivo, como a pecuária ou as pescas.

A Autoridade de Saúde dos Açores elevou hoje para 63 o número de casos positivos de covid-19 na região, com três novos infetados em São Miguel, dois na Terceira e um na Graciosa.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 940 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 47 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 180.000 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório