Meteorologia

  • 05 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

"Ficar em casa é salvar vidas". Portugal recebe hoje 700 mil respiradores

"A capacidade laboratorial tem aumentado ao longo da epidemia", destacou Lacerda Sales. Há um total de 140 óbitos por Covid-19 em Portugal.

"Ficar em casa é salvar vidas". Portugal recebe hoje 700 mil respiradores

Na conferência de balanço da epidemia Covid-19 em Portugal desta segunda-feira, António Lacerda Sales começou por sublinhar que "faz hoje duas semanas que fecharam as escolas portuguesas e que as famílias estão nas suas casas a fazer a sua parte na luta contra esta pandemia. Temos todos de continuar este trabalho porque este vírus não dá tréguas".

Lacerda Sales agradeceu aos portugueses que se mantêm recolhidos e deixou uma palavra aos que "ainda hesitam em manter esta conduta, tentados por uma manhã de sol ou pela falsa ideia de invencibilidade". "Ficar em casa é salvar vidas", sublinhou o secretário de Estado da Saúde.

A "grande preocupação" do Ministério da Saúde é, refere, "testar, isolar, proteger e tratar". Para tal, as reservas de equipamento individual e de testes continuam a ser reforçadas. 

Os laboratórios públicos e privados já realizaram, até 25 de março, 36.677 testes à Covid-19. "A capacidade laboratorial tem aumentado ao longo da epidemia", com um "crescimento expressivo do número de testes" desde 15 de março. Já hoje, deverão chegar ao nosso país 700 mil respiradores e 200 mil testes, sendo que, nos próximos dias, devemos receber mais 100 toneladas de equipamentos de proteção individual.

E quanto às grávidas?

Também presente nesta conferência esteve Carlos Veríssimo, membro da direção do Colégio da Especialidade de Ginecologia-Obstetrícia. O especialista explicou que "foram criadas orientações que serão transcritas em forma de norma" sobre esta matéria, deixando uma nota de "tranquilidade contida para as grávidas" deste país: "Tudo estamos a fazer para que possamos acompanhar a gravidez com a maior normalidade possível".

O médico frisou que "existe uma evidência clínica de uma raridade da transmissão vertical [de mãe para filho] Sabemos que até ao conhecimento atual, é uma raridade. As grávidas devem seguir as normas de higiene e contenção recomendadas pela DGS e devem manter os cuidados de prevenção e diagnostico semelhante aos da população em geral". 

As grávidas Covid positivas assintomáticas ou com ligeiras queixas "devem ser, preferencialmente, vigiadas no domicílio, havendo condições para tal". Mantém-se um acompanhamento diário remoto, recorrendo a teleconsultas ou telechamadas.

Criança de 14 anos morre

"Como ontem dissemos, está ainda em investigação a causa da morte. Tudo aponta num determinado sentido mas temos de ter muita cautela e só quanto tivermos certos será divulgada a causa da morte", clarificou Graça Freitas. 

Contudo, de acordo com os critérios portugueses "provavelmente vamos inscrevê-la no boletim", porque "tomamos sempre a decisão que, mesmo sabendo a causa da morte, podemos considerar a introdução de Covid. Isto ainda está a ser discutido entre os peritos". 

Lacerda Sales disse ainda que há 853 são profissionais de saúde infetados com o vírus - 209 médicos e 177 enfermeiros.

Recorde-se que há mais 446 infetados por Covid-19 em Portugal, subindo o valor total para 6.408, e 140 mortes (mais 21 em relação a ontem), avança o balanço diário desta segunda-feira revelado ao início da tarde pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de casos recuperados mantém-se em 43. 

Veja na íntegra a conferência de imprensa com o ponto de situação da Covid-19 em Portugal

Leia Também: AO MINUTO: Portugal tem mais de 6 mil casos e 140 mortes

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório