Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2020
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Pertence ao grupo de risco? SOS Vizinho foi criado a pensar em si

SOS Vizinho foi criado a pensar naqueles que mais estão em risco durante esta pandemia de Covid-19. Projeto visa fazer chegar os bens essenciais aos que mais necessitam.

Pertence ao grupo de risco? SOS Vizinho foi criado a pensar em si

Faz parte do grupo de risco na pandemia da Covid-19? Então o SOS Vizinho foi criado a pensar em si. O projeto, que surgiu em menos de 24 horas,  junta meia centena de especialistas em várias zonas do país e visa prestar apoio a grupos de risco neste momento de isolamento social. De acordo com a DGS, recorde-se,  as pessoas que correm maior risco de doença grave por Covid-19 são os idosos e pessoas com doenças crónicas (ex: doenças cardíacas, diabetes e doenças pulmonares).

O objetivo do SOS Vizinho é "ajudar a sinalizar os grupos/doentes de risco de cada região e criar uma rede de distribuição, através de voluntários que se inscrevem online", explicam os autores do projeto, num comunicado enviado às redações.

O SOS Vizinho tem como missão garantir que estas pessoas terão os bens essenciais que necessitam, sem sair de casa, evitando assim que estejam mais expostas.

A iniciativa, que já é do conhecimento do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e recolheu o apoio da CASES, espera que se juntem cada vez mais entidades e autoridades públicas, "nomeadamente a Santa Casa da Misericórdia".

"A Netflix pode esperar, os portugueses que são grupo de risco e necessitam de alimentar-se não", foi o mote de Cláudia Dias, ao apresentar o projeto no seu perfil da LinkedIn.

"Procuramos neste momento o envolvimento de retalhistas online, de softwares de contact centers e de operadoras nacionais, para hoje", sublinhou também Henrique Paranhos, também numa publicação no seu perfil.

Através da plataforma sosvizinho.pt, na próxima semana, poderá solicitar apoio ou inscrever-se como voluntário. "O SOS Vizinho está também a trabalhar para a criação de uma linha de apoio telefónico, de forma a dar resposta a quem não tem acesso à internet", garantem.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório