Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2020
Tempo
16º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Mais de 600 infetados pelo novo coronavírus. DGS reforça conselhos

Surto de pneumonia viral já fez 17 mortos. Há "614 casos laboratorialmente confirmados".

Mais de 600 infetados pelo novo coronavírus. DGS reforça conselhos

A Direção-Geral de Saúde (DGS) emitiu, esta quinta-feira, um comunicado de atualização em que refere que, de acordo com a informação disponibilizada a 23 de janeiro de 2020 pelo European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC), "foram reportados, desde 31 de dezembro de 2019, 614 casos laboratorialmente confirmados de infeção pelo novo coronavírus". O vírus fez já 17 mortos. 

Na China - excluindo Hong Kong, Macau e Taiwan - há 603 casos. A estes juntam-se um caso em Hong Kong, dois em Macau, um em Taiwan, quatro na Tailândia, um no Japão, um na Coreia do Sul e outro nos Estados Unidos da América

A maioria dos casos, prossegue a nota enviada às redações"está epidemiologicamente associada a um mercado específico de alimentos e animais vivos, em Wuhan, que foi encerrado a 1 de janeiro de 2020". Os casos reportados  "referem história recente de viagem" a esta cidade da China. 

"O ECDC considera que existe uma probabilidade moderada de importação de casos nos países da União Europeia/Espaço Económico Europeu (UE/EEE)", afirma ainda a DGS, acrescentando que "a probabilidade de transmissão secundária na EU/EEE é baixa, desde que sejam cumpridas as práticas de prevenção e controlo de infeção adequadas".

Assim, a Direção-Geral "reforça as recomendações previamente emitidas para os viajantes com destino para a cidade de Wuhan e ainda Beijing, Guangdong e Shanghai, na China". 

São elas: 

  • Seguir as recomendações das autoridades de saúde do país;
  • Evitar contato próximo com pessoas que sofram de infeções respiratórias agudas;
  • Lavar frequentemente as mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes
  • Evitar contato com animais; 
  • Adotar medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel ou como braço, nunca com as mãos; deitar o lenço de papel no lixo);
  • Lavar as mãos sempre que se assoar, espirrar ou tossir;
  • Se os viajantes com estadia em Wuhan apresentarem sintomas sugestivos de doença respiratória, durante ou após a viagem, deverão procurar atendimento médico, informando-o sobre a sua história de viagem;
  • Poderão ainda ligar 808 24 24 24 (SNS24) para esclarecimento de questões. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório