Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2020
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

Mulher que agrediu juíza e procuradora vai ser internada compulsivamente

A mulher irá ser encaminhada para a prisão de Santa Cruz do Bispo.

Mulher que agrediu juíza e procuradora vai ser internada compulsivamente

A mulher que, na quarta-feira, terá agredido uma juíza e arranhado uma procuradora do Ministério Público, no Tribunal de Família e Menores de Matosinhos, será internada compulsivamente em ambiente prisional. Como dá conta a TVI24, a suspeita será encaminhada para a prisão de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos.

A mulher de cerca de 30 anos foi presente a juiz de instrução criminal, no Porto, pelas 15h desta quinta-feira. Ao fim de cerca de duas horas de interrogatório, foram então conhecidas as medidas de coação.  

O Ministério Público acusa a visada da prática de três crimes, um de coação contra órgão constitucional e dois crimes de ofensas à integridade física qualificada.

"(...) Dado que foi praticado sob duas magistradas, e que nessa medida é agravado, entendeu o tribunal que se verificam os requisitos para aplicar a medida de coação mais grave, prisão preventiva, e foi isso que foi decidido. Portanto, a arguida aguardará os termos do processo em prisão preventiva", explicou o presidente da Comarca do Porto, juiz José Rodrigues Cunha, citado pela agência Lusa. 

Recorde-se que, de acordo com informações dadas por fonte da Associação Sindical dos Juízes Portugueses, as agressões "aconteceram no âmbito de uma audiência de regulação do poder parental".

A sessão acabou por ser interrompida depois de a suspeita ter, alegadamente, agredido a juíza a murro e de ter arranhado a procuradora do Ministério Público.

Sem conseguir precisar o motivo da discordância, a Associação Sindical dos Juízes Portugueses disse que o pai do menor sobre o qual decorria a audiência "estaria presente na diligência", sendo que a criança está cargo de avós. 

[Notícia atualizada às 19h57]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório