Meteorologia

  • 20 FEVEREIRO 2020
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 19º

Edição

Desagravamento da seca no continente, Algarve mantém seca extrema

Portugal continental registou em novembro um desagravamento da seca meteorológica, mas no sotavento algarvio manteve-se em situação de seca extrema, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Desagravamento da seca no continente, Algarve mantém seca extrema
Notícias ao Minuto

07:25 - 05/12/19 por Lusa

País Seca

De acordo com o índice meteorológico de seca (PDSI) disponível no 'site' do IPMA, no final de novembro houve um desagravamento da situação de seca meteorológica em todo o território do continente com maior destaque para grande parte da região do Norte e Centro.

Nas regiões a sul do Tejo, manteve-se a situação de seca moderada a severa, sendo de destacar o sotavento algarvio que continuava em seca extrema.

O relatório indica que a 30 de novembro, 24,5% do continente estava em seca fraca, 23,8% em chuva fraca, 23,3% em seca moderada, 10,9% em seca severa, 9,4 normal, 7,5% em chuva moderada e 0,6% em seca extrema.

O instituto classifica em nove classes o índice meteorológico de seca, que varia entre "chuva extrema" e "seca extrema".

De acordo com o IPMA, existem quatro tipos de seca: meteorológica, agrícola, hidrológica e socioeconómica.

A seca meteorológica está diretamente ligada ao défice de precipitação, quando ocorre precipitação abaixo do que é normal.

Depois, à medida que o défice vai aumentando ao longo de dois, três meses, passa para uma seca agrícola, porque começa a haver deficiências ao nível da água no solo.

Se a situação se mantiver, evolui para seca hidrológica, quando começa a haver falta de água nas barragens. Existe também a seca socioeconómica, que é considerada quando já tem impacto na população.

Além do índice de seca, o resumo do Boletim Climatológico do IPMA, indica também que o mês de novembro foi frio em relação à temperatura do ar e chuvoso quanto à precipitação.

De acordo com o instituto, durante o mês verificou-se uma grande variabilidade dos valores da temperatura do ar (mínima, média e máxima).

Entre os dias 01 e 05 de novembro, os valores da temperatura do ar foram superiores ao valor normal, em particular a mínima (8,9 graus Celsius).

De 08 a 24 de novembro os valores da temperatura média do ar foram inferiores ao normal e entre os dias 25 e 30 superiores ao normal.

O IPMA destaca também que no final do mês de novembro verificou-se um aumento dos valores de percentagem de água no solo, em relação ao final de outubro em todo o território, destacando-se a região do Alto Alentejo com valores de precipitação superiores a 40%.

No entanto, no Baixo Alentejo e Algarve os valores de precipitação registados foram abaixo dos 40%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório