Meteorologia

  • 13 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

Diplomata quer tornar Portugal mais visível no oeste do Canadá

A cônsul-geral de Portugal em Vancouver Marta Cowling salienta que o grande objetivo do seu mandato é "tornar Portugal mais visível" naquela região do país.

Diplomata quer tornar Portugal mais visível no oeste do Canadá
Notícias ao Minuto

10:42 - 04/12/19 por Lusa

País Marta Cowling

"Um dos desafios que tenho é trazer mais Portugal ao oeste do Canadá ou tornar o nosso país mais visível, fator que também permite elevar o perfil da nossa comunidade", disse Marta Cowling, de 45 anos, numa entrevista por telefone à agência Lusa.

Em funções no Canadá desde o final de agosto de 2018, a diplomata elogiou ainda a comunidade portuguesa em Vancouver, que "está bem integrada e é pacífica", mas como não tem muito representação ao nível político "é talvez menos notada", lamentou.

"É um dos meus objetivos elevar o perfil da nossa comunidade no oeste do Canadá junto das autoridades provinciais e locais, para ficar mais visível", prometeu.

Além da Colúmbia Britânica, englobam a área de jurisdição do Consulado Geral de Vancouver as províncias canadianas de Alberta e Saskatchewan, além dos Territórios do Yukon e do Noroeste.

O reforço do quadro de funcionários consulares em Vancouver em 2019, de dois para quatro, "veio responder às necessidades de cerca de 70 mil portugueses e lusodescendentes na região", destacou Marta Cowling.

"A capacidade de resposta é maior, não temos processos em espera, tudo é processado em tempo real", explicou.

A regresso das permanências consulares é outra das medidas positivas realçadas pela diplomata devido "à grande distância existente entre Vancouver com outras cidades".

"Desde a primavera já estivemos em várias cidades onde a comunidade portuguesa é significativa e onde fazia falta a nossa presença. Fomos ao Vale do Okanagan, a Kitimat, a Prince George, já estivemos duas vezes em Calgary, e também em Edmonton, num espaço de seis meses, o que nos permite estar mais próximos com estas comunidades", disse.

No período de 01 de janeiro de 2018 a 30 de outubro de 2018, comparativamente com a mesma altura em 2019, o número de atos consulares aumentou em 26 % (6.000 atos consulares em 2019).

O objetivo agora passa por alargar as presenças consulares em outras províncias e cidades, como o Saskatchewan e em áreas "onde há uma maior concentração de portugueses".

A abertura da escola portuguesa em Victoria, com o apoio da igreja de Nossa Senhora de Fátima, foi um dos destaques realçados pelo cônsul-geral, visto que naquela cidade da ilha de Vancouver "já não haviam aulas de português destinadas a crianças há alguns anos".

"Estamos também a fazer uma aposta importante no ensino de português ao nível universitário, vamos reforçar a parceria com a Universidade da Colúmbia Britânica, estamos a trabalhar para levar o ensino da língua portuguesa à Universidade de Concordia em Edmonton", acrescentou.

Dados de recenseamento de 2016 identificam cerca de 68 mil portugueses e lusodescendentes naquela região do Canadá, estando a maioria localizada na Colúmbia Britânica (42.000), em Alberta (23.000), os restantes encontram-se em Saskatchewan e nos Territórios do Norte.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório