Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Ex-vice-cônsul português no Brasil condenado a prisão por burlar igreja

O ex-vice-cônsul português no Brasil Adelino Vera-Cruz Pinto foi hoje condenado a seis anos de prisão por burla qualificada e branqueamento de capitais, num caso que envolveu desvio de fundos da arquidiocese de Porto Alegre, no Brasil.

Ex-vice-cônsul português no Brasil condenado a prisão por burlar igreja
Notícias ao Minuto

16:22 - 08/11/19 por Lusa

País Brasil

O tribunal criminal de Lisboa absolveu o ex-diplomata português do crime de falsificação de documentos.

Os factos remontam a dezembro de 2010 e janeiro de 2011 altura em que Vera-Cruz Pinto se apropriou de quase um milhão de euros (2,5 milhões de reais do Brasil) que pertenciam à arquidiocese de Porto Alegre, Brasil, e que eram um donativo para restaurar duas igrejas de origem portuguesa na região do Rio Grande do Sul.

O dinheiro acabou por ir para a contas bancárias de Adelino Pinto e da sua mulher na altura, Maria da Anunciação Figueiredo, que hoje o tribunal condenou a quatro anos de prisão com pena suspensa por branqueamento de capitais.

Em finais de 2011, o Ministério dos Negócios Estrangeiros Português demitiu Adelino Vera Cruz Pinto, por justa causa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório