Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

Mãe de jovem agredida em escola de Campo Maior conta versão da filha

Uma rapariga de 16 anos está hospitalizada em Lisboa depois de ter sido alegadamente agredida por um colega, da mesma idade, na Escola Secundária de Campo Maior, Portalegre. Mãe da menor falou sobre o estado clínico da filha.

Mãe de jovem agredida em escola de Campo Maior conta versão da filha

Um desentendimento entre dois colegas de turma, uma rapariga e um rapaz ambos de 16 anos, terminou em agressões, esta terça-feira no pátio da Escola Secundária de Campo Maior, em Portalegre. A jovem acabou ficar gravemente ferida e encontra-se internada no Hospital Santa Maria, em Lisboa . Ao que tudo indica, a menor terá sido pontapeada na cabeça. 

Em declarações à RTP, a mãe da vítima confirmou que os ferimentos da filha são graves e que por isso a menor teve de ser transportada do Hospital de Elvas para o Hospital de Santa Maria. 

"Começaram-se a picar na sala de aula, e depois foram para o intervalo, começaram-se a meter um com o outro. Ela chamou-o de 'bêbado alcóolatra'. Ele atacou-a, ela mordeu-o e, pronto, começou... deu porrada nela e foi isso", disse Delícia Oliveira, reproduzindo o que a filha lhe contou. 

A progenitora viu a filha depois das agressões no Hospital de Elvas, onde foram diagnosticadas fraturas no crânio da jovem e determinado que iria ser transferida para Lisboa.

"Partiu o osso abaixo dos olhos. Só está à espera que desocupem o bloco para ser operada", disse a mãe  à RTP, acrescentando que a filha tem "vomitado bastante". 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório