Meteorologia

  • 12 NOVEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Ninho de vespa velutina destruído. Saiba o que fazer se detetar um

Guarda Nacional Republicana deixa indicações à população.

Ninho de vespa velutina destruído. Saiba o que fazer se detetar um

A Guarda Nacional Republicana identificou, na passada segunda-feira, um ninho de vespa velutina na localidade de Paul, no concelho da Covilhã. O referido ninho foi destruído.

"Após o alerta por um popular a informar da existência de vespas velutinas, os militares deslocaram-se ao local e identificaram o ninho que se encontrava localizado na via pública, numa zona habitacional naquela localidade, no tronco de uma árvore a cerca de 10 metros do solo", pode ler-se num comunicado da GNR enviado às redações

O Serviço Municipal de Proteção Civil da Covilhã foi informado e o "ninho foi destruído através de intervenção química (feromonas) e com recurso a sistemas mecânicos para injeção no ninho (cana de carbono)."

Na mesma nota, a força de segurança explica que a vespa velutina é "uma espécie não indígena, predadora natural das abelhas e outros insetos, o que pode, eventualmente, originar a médio prazo impactos significativos na biodiversidade, em particular nas espécies de vespas nativas e nas populações de outros insetos, representando um risco para a apicultura,  para a produção agrícola e para o ambiente, tendo por todos estes riscos, sido classificada, em julho de 2016, como espécie exótica invasora de preocupação para a União Europeia."

A GNR informa ainda que, se detetar ou suspeitar da existência de um ninho ou de exemplares de vespa velutina, deve comunicar através de:

·        Linha SOS Ambiente e Território - 808 200 520. Neste caso o observador será informado do procedimento a seguir para a efetiva comunicação da suspeita;

·         Inserção/georreferenciação online do ninho ou dos exemplares de vespa e preenchimento online de um formulário com informação sobre os mesmos, disponível no portal www.sosvespa.pt, acessível a partir dos portais da Direção Geral de Veterinária e Alimentação, do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, das Direções Regionais de Agricultura e Pescas, do SEPNA/Guarda Nacional Republicana e das Câmaras Municipais respetivas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório