Meteorologia

  • 20 JULHO 2019
Tempo
27º
MIN 24º MÁX 31º

Edição

Membro belga dos Hells Angels detido no Algarve

A investigação já conta com um total de 89 arguidos, dos quais 43 estão em prisão preventiva.

Membro belga dos Hells Angels detido no Algarve

A Polícia Judiciária anunciou, esta terça-feira, a detenção de mais um membro integrante da organização Hells Angels.

O homem, de nacionalidade belga, foi detido no Algarve e vai aguardar julgamento em prisão preventiva.

O ora detido é suspeito da prática dos crimes de associação criminosa, homicídio qualificado, na forma tentada, roubo, ofensas à integridade física graves, ofensas à integridade física qualificadas e detenção de armas proibidas.

Recorde-se que, em março do ano passado, cerca de 20 motards do grupo Hells Angels invadiram um restaurante no Prior Velho, concelho de Loures, distrito de Lisboa, para atacar o grupo Red&Gold, criado pelo radical de extrema-direita Mário Machado. Os dois grupos rivais entraram em confrontos dentro do estabelecimento comercial, com facas, paus, barras de ferro e outros objetos.

Este episódio de violência levou a PJ a deter os primeiros 58 elementos do grupo de motociclistas Hells Angels em Portugal (a que se somou um outro na Alemanha).

Os suspeitos estão indiciados, na sua generalidade, da prática de associação criminosa, homicídio qualificado na forma tentada, roubo, ofensas à integridade física graves, ofensas à integridade física qualificada, detenção de armas proibidas e tráfico de droga.

Em janeiro, o Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa declarou a especial complexidade do processo para poder ter mais seis meses (até 18 de julho) para deduzir a acusação, dilatando assim o prazo da prisão preventiva.

Recentemente, em maio passado, a PJ deteve mais 17 pessoas em vários pontos do país por suspeitas de associação criminosa e outros crimes.

Nesse mesmo dia, a PJ adiantou que os detidos são homens com idades entre os 29 e os 52 anos e que a operação realizada integra o mesmo inquérito à ordem do qual se encontram, em prisão preventiva, 41 arguidos desde julho de 2018.

O grupo Hells Angels existe em Portugal desde 2002 e, desde então, tem sido monitorizado pela polícia.

Atualmente, refere hoje a PJ, o processo conta com 89 arguidos constituídos, encontrando-se 43 sujeitos a medidas detentivas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório