Meteorologia

  • 18 JUNHO 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

"Julgamento sem precedentes". Caso Cova da Moura é notícia lá fora

A condenação dos oito agentes da PSP no caso da Cova da Moura chamou a atenção da imprensa internacional.

"Julgamento sem precedentes". Caso Cova da Moura é notícia lá fora

Oito dos 17 polícias agentes da Polícia de Segurança Pública da esquadra de Alfragide, na Amadora, que estavam acusados foram condenados por crimes de sequestro e ofensas à integridade física agravada. Em causa estão os crimes na Cova da Moura e o acórdão do coletivo de juízes chegou mesmo à imprensa internacional.

A BCC noticia que "polícias portugueses" foram "condenados por atentados contra jovens negros", detalhando que oito agentes foram considerados "culpados de sequestro e espancamento de seis jovens negros num bairro perto de Lisboa em 2015".

Esta é, como explica o jornal na plataforma online, "a primeira vez que tantos oficiais foram condenados num caso como este em Portugal".

Recorda a BBC que o caso começou a 'desenhar-se' quando um homem foi detido por estar acusado de atirar pedras a um carro da polícia. E quando outros cinco foram até à esquadra protestar, acabaram também detidos. "Os seis jovens, com idades compreendidas entre os 23 e os 25 anos na altura, viviam na Cova da Moura - um bairro predominantemente habitado por imigrantes de Cabo Verde, uma antiga colónia portuguesa em África - na cidade da Amadora", escreve a BBC.

É simultaneamente citada a sentença, recordando-se que os juízes consideraram que houve um "grande abuso de autoridade" por parte dos agentes que levaram a cabo "prisões injustificadas". Adianta o meio de comunicação que as vítimas irão receber uma indemnização de 10 mil euros e que os advogados dos arguidos vão recorrer da decisão.

Diz também a Al Jazeera que "polícias portugueses foram sentenciados num julgamento sem precedentes". Refere a estação de televisão que este foi "o fim - pelo menos por enquanto - de um processo judicial sem precedentes que viu 17 agentes em julgamento, trazendo para o público a questão do racismo institucional e da violência policial em Portugal".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório