Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Número de mortos na Madeira subiu para 29. Um dos feridos morreu

O vice-presidente do Governo Regional da Madeira garantiu, em conferência de imprensa ao início da noite desta quarta-feira, que o autocarro turístico tinha apenas cinco anos e que reunia as condições de segurança.

Número de mortos na Madeira subiu para 29. Um dos feridos morreu

O número de vítimas mortais na Madeira subiu para 29. Segundo afirmou o autarca da região, Filipe Sousa, à RTP3, um dos feridos acabou por perder a vida já no Hospital do Funchal. 

Em conferência de imprensa na sequência do acidente na Madeira, Pedro Calado, vice-presidente do Governo Regional da Madeira, revelou que "ainda é prematuro falar sobre os motivos" que estiveram na origem do despiste. Sabe-se apenas que o autocarro turístico tinha cinco anos, estando, portanto, "em condições de segurança".

Já quanto às nacionalidades das vítimas mortais, ainda não resulta claro se há portugueses a integrar essa lista, "nem tão pouco se estas pessoas seguiam no interior do veículo" ou se foram atropeladas pelo autocarro.

De acordo com Pedro Ramos, secretário regional da Saúde, não há, por ora, "informação de que feridos sejam transferidos do Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, para o Continente". 

No teatro de operações continuam empenhadas as equipas de emergência e de segurança, sendo que os restantes envolvidos na operação "estão fora do campo de ação", sublinhou o vice-presidente do Governo Regional da Madeira.

Frisou também Pedro Calado que, "desde a primeira hora", "a Secretaria Regional do Turismo esteve em contacto, assim como as embaixadas e equipas de psicólogos" que estão agora focadas no acompanhamento dos restantes elementos da viagem turística que seguiam noutro autocarro. "Há simultaneamente psicólogos e cônsules honorários a prestar auxílio", assegurou.

As vítimas mortais estão a ser encaminhadas para o Instituto de Medicina Legal do Hospital Dr. Nélio Mendonça, informou o governante.

Recorde-se que o despiste ocorreu esta quarta-feira, no Caniço de Baixo, concelho de Santa Cruz, na ilha da Madeira. O veículo pesado transportava 55 pessoas de nacionalidade estrangeira, à exceção da guia e do motorista que são portugueses e estão entre os feridos.

[Notícia atualizada às 23h02]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório