Meteorologia

  • 26 MARçO 2019
Tempo
23º
MIN 23º MÁX 24º

Edição

Tutela lamenta mortes no Magalhães Lemos no Porto e abre inquérito

O Ministério da Saúde expressou "pesar" pela morte de dois homens na sequência de uma fuga de monóxido de carbono no Hospital Magalhães Lemos, no Porto, e apontou que foi aberto um inquérito ao caso.

Tutela lamenta mortes no Magalhães Lemos no Porto e abre inquérito
Notícias ao Minuto

14:24 - 23/01/19 por Lusa

País Ministra da Saúde

Em nota remetida às redações, e publicada no 'site' do Serviço Nacional de Saúde, o gabinete da ministra Marta Temido "expressa pesar e endereça sentidas condolências aos familiares e amigos" das vítimas.

"Já foi aberto um inquérito para apurar as causas do acidente", refere a nota da tutela.

Dois homens de 52 e 60 anos morreram hoje na sequência de uma fuga de monóxido de carbono no Hospital Magalhães Lemos, no Porto. A situação aconteceu na central térmica da lavandaria daquela unidade hospitalar, espaço gerido pela empresa SUCH-Serviço de Utilização Comum dos Hospitais.

De acordo com a PSP, os dois homens "estariam a fazer a reparação de uma caldeira", sendo a causa da morte a inalação de gases.

Também a SUCH emitiu uma nota de condolências, na qual sublinhou que "as instalações são alvo de procedimentos de auditoria rigorosos e exigentes, estando devidamente licenciadas, contemplando nomeadamente sistema de deteção de gás".

Fonte do INEM disse à Lusa que as duas vítimas tinham 52 e 60 anos de idade e que o óbito foi declarado no local.

A ocorrência foi registada às 9h43, na Rua Professor Álvaro Rodrigues.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório