Meteorologia

  • 01 ABRIL 2020
Tempo
MIN 7º MÁX 14º

Edição

Coletes Amarelos: Os pontos de concentração das manifestações de amanhã

O Movimento Coletes Amarelos Portugal divulgou o mapa onde são assinalados os principais focos de manifestações que estão previstas para esta sexta-feira.

Coletes Amarelos: Os pontos de concentração das manifestações de amanhã

Inspirado em França, começou por ganhar 'corpo' e expressão nas redes sociais. Falamos do Movimento Coletes Amarelos Portugal que agendou para esta sexta-feira, dia 21 de dezembro, uma manifestação que se prevê que tenha repercussão em vários pontos do país

O referido Movimento partilhou na página de Facebook criada para o efeito a última atualização do mapa onde são assinalados os principais pontos de concentração das manifestações programadas. 

Na mesma rede social, o grupo define-se como "pacífico apartidário, sem fins lucrativos", e revela ainda o que está na base da manifestação, nomeadamente "a insatisfação com os variados problemas da atualidade do país".

Entre estes pontos de reinvindação estão a pretendida redução das taxas e impostos, o aumento "imediato" do salário mínimo nacional, a revisão dos valores do subsídio de desemprego, rendimento mínimo e rendimento de inserção, a diminuição das disparidades nas pensões de reforma, a adoção imediata de medidas efetivas de combate à corrupção no Governo, na administração pública, nos serviços públicos, no setor empresarial e setor bancário.

Notícias ao MinutoFocos de concentrações dos coletes amarelos © Facebook/ Movimento Coletes Amarelos Portugal

Os coletes amarelos portugueses apelam simultaneamente à reforma no Serviço Nacional de Saúde, através do fim da "prática antagónica existente entre as necessidades do doente e os lucros da indústria farmacêutica, entre o valor de uso e o valor de troca dos medicamentos, face ao poder de compra dos portugueses", e ainda à revitalização dos setores primário e secundário, "destruídos pela incompetência de sucessivos governos". 

Face às circunstâncias, a Polícia de Segurança Pública  adotará um dispositivo de segurança adequado a cada uma das ações que venham a decorrer na sua área de responsabilidade territorial. Em comunicado enviado às redações, a força de segurança já apelou a que todos os cidadãos que decidam exercer o seu direito de manifestação, o façam de forma pacífica e em respeito pela lei.

A respeito da matéria, o ministro dos Negócios Estrangeiros avisou que a manifestação dos coletes amarelos portugueses deve respeitar a circulação de bens e a segurança das pessoas e prometeu combater as influências de extrema-direita na sociedade, uma vez que este protesto tem vindo a ser relacionado com uma iniciativa dessa fação política.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório