Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

"Nesta mesa morreu o meu pai, neste mesmo lugar onde estou a comer"

O Presidente da República esteve, na sexta-feira à noite, a jantar na famosa pastelaria Suíça, no Rossio, naquele que foi o último dia de ‘vida’ do estabelecimento histórico.

"Nesta mesa morreu o meu pai, neste mesmo lugar onde estou a comer"
Notícias ao Minuto

17:59 - 01/09/18 por Patrícia Martins Carvalho 

País Presidente

A pastelaria Suíça, localizada no Rossio, abriu ontem pela última vez. O estabelecimento foi vendido ao fundo de investimento Mabel Capital, do qual o tenista Rafael Nadal é investidor.

Aliás, o desportista foi o destinatário de uma carta aberta enviada pelo Fórum Cidadania Lisboa que tentou impedir a venda da pastelaria.

Apesar dos esforços, o estabelecimento histórico foi mesmo vendido e Marcelo Rebelo de Sousa não perdeu a oportunidade de se despedir do local onde almoçou e jantou “durante décadas”.

Acompanhado pelos jornalistas da TVI, o Presidente da República confessou que era cliente da pastelaria “desde miúdo”. “Durante décadas almocei e jantei aqui, desde miúdo, com a minha família”, referiu, revelando que qualquer oportunidade era aproveitada para lá ir.

Sentado a uma das várias mesas até ontem disponíveis aos clientes, Marcelo confessou que a pastelaria era um local de boas e más memórias. “Nesta mesa morreu o meu pai, neste mesmo lugar onde eu estou a comer, há 16 anos, portanto ficámos muito ligados e vim aqui despedir-me”, explicou.

Inaugurada em 1922, a pastelaria Suíça não resistiu às mudanças dos tempos e das vontades. Ontem, dia 31 de agosto, chegou ao fim a sua longa vida de 96 anos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório