Meteorologia

  • 06 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Lipor recolhe mais de 15 toneladas de lixo reciclável em festas do Porto

Lipor e os oito municípios associados recolheram "mais de 15 toneladas de lixo reciclável" em 14 festas e romarias do distrito do Porto, durante os primeiros seis meses do ano, que vão reverter para várias associações.

Lipor recolhe mais de 15 toneladas de lixo reciclável em festas do Porto

À Lusa, a empresa que recolhe e trata dos lixos dos concelhos de Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa do Varzim, Valongo e Vila do Conde, no Grande Porto, explicou que nas festas e romarias "são disponibilizados contentores identificados para os diferentes materiais e distribuídos sacos aos comerciantes para a separação de resíduos".

"(Nos eventos) estão presentes equipas operacionais com vista ao incremento da separação dos materiais recicláveis produzidos no local e é efetuada a pesagem de todos os resíduos recicláveis recolhidos", referiu.

Com o mote "Os seus resíduos podem ser a peça que falta!" o projeto resultou, no primeiro semestre do ano, "na sensibilização presencial de 334 comerciantes e na recolha seletiva de 15,4 toneladas de resíduos de papel, cartão, embalagens de plástico e metal e de vidro, representando um incremento de 30% face aos resultados obtidos no período homólogo".

Durante este período foram recolhidas, "em média, por cada festa ou romaria cerca de 1,1 toneladas de resíduos recicláveis".

A iniciativa, que decorre desde 2016, surgiu da necessidade de "aumentar os quantitativos de materiais encaminhados para a reciclagem".

"Foi criado um processo de gestão sustentável dos resíduos direcionado para o nicho festas, romarias e similares, que é caracterizado por uma produção significativa de resíduos recicláveis, por vezes concentrada num curto espaço temporal, e que apresentava um elevado potencial de crescimento na recolha seletiva", referiu a empresa em esclarecimentos à Lusa.

A empresa associou à vertente ambiental uma de cariz social e "em função da quantidade de material recolhido" é "sempre garantida a atribuição de um benefício direcionado a Causas Sociais e de Apoio à Comunidade" dos municípios associados.

"O benefício é atribuído no formato de bens materiais, como equipamentos, que são adquiridos através do valor monetário associado à quantidade de material reciclável recolhido. É sempre efetuada uma consulta aos beneficiários de modo a que os bens atribuídos sejam o mais adequados possível às necessidades de cada entidade", salientou a Lipor.

O primeiro beneficiário foi a Corporação de Bombeiros de Gondomar, em 2016, ano em que se realizou o projeto-piloto nas Festas do concelho, tendo sido recolhidas "7,9 toneladas de resíduos e sensibilizados 58 comerciantes".

No ano seguinte, o projeto foi implementado em 16 eventos, alargando-se aos oito municípios associados da Lipor, tendo sido recolhidas "mais de 31 toneladas", sensibilizados 371 pontos comerciais e beneficiadas dez entidades identificadas pelos vários concelhos.

Segundo a Lipor, o objetivo para este ano é "implementar o processo, no mínimo, em 24 festas/romarias", tendo no primeiro semestre conseguido já sensibilizar 334 comerciantes e ajudar 13 entidades.

O projeto vai continuar presente em vários eventos dos municípios até ao final do mês de outubro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório