Meteorologia

  • 27 MAIO 2019
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 17º

Edição

GNR acusa Executivo de favorecer PSP

O Ministério da Administração Interna atribuiu, este ano, dois milhões de euros à Polícia de Segurança Pública (PSP), dando apenas 500 mil à Guarda Nacional Republicana (GNR). O tratamento diferenciado é criticado pelos oficiais da GNR ao Diário de Notícias (DN) desta quarta-feira, que acusam o Governo favorecer a PSP.

GNR acusa Executivo de favorecer PSP
Notícias ao Minuto

09:08 - 28/08/13 por Notícias Ao Minuto 

País Verbas

Os profissionais da GNR acusam o Ministério da Administração Interna de estar a favorecer a PSP. Em causa estão os dois milhões de euros dados àquela força policial, contra apenas 500 mil atribuídos à GNR.

O presidente da Associação Nacional de Oficiais da GNR, José Dias, afirmou ao DN que "esta distribuição é incompreensível", adiantando que "não se percebe qual é a aposta do Ministério na segurança rodoviária, quando a GNR tem uma muito maior área de acção e ainda mais quando está previsto reactivar a brigada de trânsito".

Dos critérios que terão originado esta decisão fazem parte um maior registo de sinistralidade na PSP, em comparação com a GNR, uma maior produtividade da Polícia na utilização dos meios e um maior número de verbas obtido com multas.

No entanto, estes não 'convencem' José Dias, que pede uma explicação ao Ministério de Miguel Macedo sobre "o porquê desta decisão", exigindo que divulgue "a situação orçamental da PSP".

Contactado pelo DN, um porta-voz da PSP assegura que o dinheiro vai servir para "adquirir 224 veículos, num total aproximado de 6,4 milhões de euros", destinando-se estas viaturas "a diferentes áreas operacionais", com destaque para "a segurança rodoviária".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório