Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 27º

Edição

Conselheiro do primeiro-ministro turco detido em operação anti-opositor

Um conselheiro do primeiro-ministro turco foi detido hoje por suspeita de pertencer ao movimento do clérigo Fethullah Gulen, acusado de ter orquestrado um fracassado golpe de Estado em julho de 2016, informaram os media.

Conselheiro do primeiro-ministro turco detido em operação anti-opositor
Notícias ao Minuto

12:27 - 03/06/17 por Lusa

Mundo Golpe

Birol Erdem, um dos principais conselheiros do chefe do Governo, Binali Yildirim, foi interpelado em Ancara e ficou sob custódia, juntamente com a mulher, Gulumser Erdem, a pedido da procuradoria de Ancara, precisou a agência pró-governamental Anadolu.

Erdem é um dos mais altos funcionários a ser detido no âmbito das purgas lançadas após a tentativa de golpe de Estado de 15 de julho.

Segundo o diário pró-governamental Sabah, Erdem, que foi o "número dois" do Ministério da Justiça de 2011 a 2014, é suspeito de ter facilitado a promoção de magistrados próximos do clérigo Fethullah Gulen.

O jornal Hurriyet informou que Erdem foi convocado pela justiça no ano passado como testemunha no âmbito de um inquérito sobre os partidários de Gulen.

Desde o golpe falhado, perto de 50.000 pessoas foram detidas e mais de 100.000 demitidas ou suspensas, tendo as purgas atingido nomeadamente as forças de segurança, os professores e os magistrados.

O Governo turco acusa os partidários de Gulen de terem infiltrado a administração durante anos visando criar uma administração paralela para derrubar o Governo.

Gulen, antigo aliado do Presidente Recep Tayyip Erdogan e exilado nos Estados Unidos desde o final dos anos 1990, desmente categoricamente qualquer envolvimento no golpe que causou cerca de 150 mortos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório