Neto de fundador da Fiat finge rapto para ficar com resgate

Lapo Elkann terá pedido dinheiro à família após simular o próprio sequestro. Acabou detido pelas autoridades.

© Reuters
Mundo Itália

O neto do fundador da Fiat foi detido em Nova Iorque depois de ter simulado o próprio rapto para ficar com o dinheiro do resgate.

PUB

Lapo Elkann, neto do lendário Gianni Agnelli, viajou para os Estados Unidos na passada quinta-feira para celebrar o Dia de Ação de Graças. Quando chegou a Nova Iorque, contratou uma acompanhante de 29 anos, com quem passou dois dias a consumir álcool e drogas que a mesma lhe fornecera.

Quando o dinheiro que tinha disponível acabou, Lapo Elkann decidiu simular o próprio rapto e pedir um resgate. Segundo a BBC, ligou para a família a dizer que estava sequestrado num apartamento em Manhattan e que precisava de dez mil dólares (cerca de 9.400 euros) para que o libertassem.

Depois de um elemento da família ter reportado o rapto às autoridades, a polícia acabou por perceber que tudo não passava de uma farsa. Lapo Elkann está acusado de falsa denúncia. Já a acompanhante saiu em liberdade sem acusações.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS