Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 26º

Ministra indiana inicia greve de fome em protesto contra falta de água

A ministra da Água da região de Deli, Atishi Marlena Singh, iniciou hoje uma greve de fome por tempo indeterminado em protesto contra a crise da água na capital indiana, que atribui a Estados vizinhos.

Ministra indiana inicia greve de fome em protesto contra falta de água
Notícias ao Minuto

12:54 - 21/06/24 por Lusa

Mundo Deli

"Como ministra da Água, tentei todas as possibilidades, mas, não encontrando solução para este problema, decidi lutar pela verdade. Vou sentar-me num jejum indefinido", anunciou Atishi durante um comício na capital, Nova Deli.

Atishi prometeu não comer nada e só beber água "até que a sede dos 28 milhões de habitantes de Deli acabe e eles obtenham justiça", segundo a agência de notícias espanhola EFE.

A representante do Partido Aam Aadmy (AAP) tinha ameaçado entrar em greve de fome se o Partido Bharatiya Janata (BJP), do primeiro-ministro Narendra Modi, que governa os estados vizinhos de Deli, nada fizesse até hoje para resolver o problema.

Nas últimas semanas, Atishi tem denunciado que o território da capital do país asiático não está a receber a quantidade de água acordada com outros estados indianos, especialmente os vizinhos Haryana e Himachal Pradesh.

Este facto, associado à intensa vaga de calor que afeta a região de Nova Deli desde há semanas, desencadeou uma crise hídrica na capital e levou as autoridades a impor restrições à utilização da água.

Os camiões-cisterna que transportam água potável para os bairros são rapidamente cercados por dezenas de pessoas, havendo mesmo quem vá para cima dos veículos para tentar garantir o fornecimento de água, segundo a imprensa local.

O ministro da Saúde da capital, Saurabh Bharadwaj, confirmou na quinta-feira que 14 pessoas morreram de insolação em Nova Deli nos últimos dias, devido às altas temperaturas que atingiram quase 50 graus Celsius.

Disse também que mais de 300 pessoas foram admitidas nos hospitais com sintomas de insolação, das quais 118 ainda se encontravam hospitalizadas.

O número de vítimas poderá ser muito superior, dado que a organização não-governamental Holistic Development Centre anunciou que 192 pessoas sem-abrigo morreram entre 11 e 19 de junho em Nova Deli devido à vaga de calor.

A cidade registou hoje as primeiras chuvas após o verão abrasador, um prenúncio das chuvas de monção que deverão chegar à capital da Índia nos próximos dias.

O Território da Capital Nacional de Deli é um dos oito territórios da União Indiana, uma divisão administrativa diferente dos estados.

O território onde se situa a capital Nova Deli tem um governo próprio, como os estados, enquanto os restantes territórios são governados pelo executivo da União Nacional.

Segundo dados do censo de 2011, o mais recente realizado na Índia, Nova Deli tinha mais de 11 milhões de habitantes, enquanto a população do território que engloba a capital era de cerca de 16,8 milhões.

A população da Índia atingiu 1,42 mil milhões de pessoas em 2022, tendo superado a República Popular da China, com 1,41 mil milhões de habitantes, segundo dados do Banco Mundial.

Leia Também: Índia procura responsáveis por ataque a autocarro com peregrinos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório