Meteorologia

  • 17 JULHO 2024
Tempo
28º
MIN 16º MÁX 29º

"Pare de usar linguagem ofensiva". Papa alertado por estudante filipino

Face às notícias que têm dado conta dos termos usados por Francisco para se referir à comunidade LBGTQ+, o jovem alertou que os insultos proferidos "causam imensa dor".

"Pare de usar linguagem ofensiva". Papa alertado por estudante filipino
Notícias ao Minuto

11:26 - 21/06/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Papa Francisco

O Papa Francisco foi alertado por um estudante filipino para parar de "usar termos ofensivos" para se referir à comunidade LGBTQ+, durante um painel com outros alunos universitários, na quinta-feira.

Jack Lorenz Acebedo Rivera, aluno da Universidade Ateneu de Manila, foi um dos estudantes que participou no fórum online promovido pela Universidade Loyola de Chicago, que contou com a presença do sumo pontífice.

Face às notícias que têm dado conta dos termos usados pelo Papa para se referir à comunidade LBGTQ+, o jovem alertou que os insultos proferidos "causam imensa dor", tendo apelado a que Francisco "pare de usar linguagem ofensiva".

"Fui excluído e intimidado devido à minha bissexualidade, à minha homossexualidade, à minha identidade e por ser filho de um pai solteiro", lamentou o aluno, citado pela BBC.

Jack, que usava uma faixa com um arco-íris, símbolo associado à comunidade LGBTQ+, pediu ainda ao Santo Padre para que "permitisse o divórcio nas Filipinas".

É que, recorde-se, as Filipinas são o único país do mundo onde o divórcio é ilegal, além do Vaticano, em grande parte devido à influência da Igreja Católica.

Ainda que Francisco não tenha respondido diretamente às afirmações do aluno, aconselhou-o a diferenciar o amor verdadeiro do falso. "Escolha sempre o amor verdadeiro", disse.

Saliente-se que o Papa tem estado ‘nas bocas do mundo’, depois de ter considerado que "há demasiada paneleirice" em certos seminários. Contudo, e mesmo após ter pedido desculpa, o Sumo Pontífice voltou a usar a expressão durante um encontro de sacerdotes, na semana passada.

Leia Também: Milhares de pessoas na parada gay em Roma (com Papa Francisco na 'mira')

Recomendados para si

;
Campo obrigatório