Meteorologia

  • 22 JULHO 2024
Tempo
27º
MIN 18º MÁX 38º

ONU tem "sérias preocupações" com respeito de Israel pelas leis da guerra

A ONU manifestou hoje "sérias preocupações" sobre o respeito às leis da guerra por parte do exército israelita, numa investigação realizada a seis atentados na Faixa de Gaza no ano passado, que causaram pelo menos 218 mortos.

ONU tem "sérias preocupações" com respeito de Israel pelas leis da guerra
Notícias ao Minuto

08:56 - 19/06/24 por Lusa

Mundo Médio Oriente

"A obrigação de escolher meios e métodos de guerra que evitem ou, pelo menos, minimizem ao máximo os danos possíveis aos civis parece ter sido sistematicamente violada durante a campanha de bombardeamentos de Israel", disse o Alto Comissário para os Direitos Humanos, Volker Türk.

O Gabinete do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos divulgou hoje uma avaliação a seis ataques realizados no ano passado pelas Forças de Defesa Israelitas em Gaza, "que resultaram num elevado número de mortes entre civis e a generalização de destruição de propriedade civil, levantando sérias preocupações no que diz respeito às leis da guerra".

No relatório é referido que nos seis ataques (entre 09 de outubro e 02 de dezembro de 2023) terão sido usadas bombas GBU-31 em edifícios residenciais, uma escola, campos de refugiados e um mercado.

Segundo o documento, 218 pessoas morreram nestes ataques, mas o número de mortos poderá ser maior.

A guerra na Faixa de Gaza foi desencadeada por um ataque do Hamas em solo israelita, em 07 de outubro de 2023, que causou cerca de 1.200 mortos e deixou mais de duas centenas de reféns na posse do grupo palestiniano, segundo Telavive.

A ofensiva israelita que se seguiu na Faixa de Gaza provocou mais de 37 mil mortos e uma grave crise humanitária no enclave palestiniano, de acordo com as autoridades locais controladas pelo Hamas.

Leia Também: Israel elimina exigência de visto para viajantes do Kosovo

Recomendados para si

;
Campo obrigatório