Meteorologia

  • 24 JULHO 2024
Tempo
29º
MIN 20º MÁX 38º

Renamo acusa Frelimo de usar recursos do Estado para apresentar candidato

A Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), principal partido da oposição, acusou hoje a utilização de recursos do Estado pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, na apresentação pública do candidato apoiado pela Frelimo, Daniel Chapo, às eleições presidenciais.

Renamo acusa Frelimo de usar recursos do Estado para apresentar candidato
Notícias ao Minuto

11:26 - 18/06/24 por Lusa

Mundo Moçambique

"Usando recursos do Estado e paralisando instituições do mesmo Estado [o Presidente da República] leva a reboque o candidato da Frelimo para apresentações públicas, o que agride a figura do chefe de Estado, que não deve atrelar-se a interesses privados", afirmou o porta-voz da Renamo, José Manteigas, sendo que o último desses atos aconteceu na segunda-feira, na província de Sofala.

José Manteigas falava no anúncio dos nomes dos cabeças-de-lista do principal partido da oposição nas eleições das assembleias provinciais, das quais sairão os governadores provinciais.

"Aproveitamos esta ocasião para manifestar o nosso repúdio ao uso abusivo dos meios públicos para fins políticos partidários e exigimos do Presidente da República para se abster destas práticas que põem em causa a harmonia social e a convivência plural", declarou.

O porta-voz da Renamo disse que a apresentação do candidato presidencial da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo, partido no poder) pelo chefe de Estado é um exemplo de atropelo ao princípio de eleições justas, livres e transparentes.

Filipe Nyusi, que é também presidente do partido no poder, tem apresentado Daniel Chapo em comícios promovidos para esse efeito, coincidindo com visitas de trabalho como Presidente da República.

Moçambique realiza em 09 de outubro eleições gerais, incluindo presidenciais, às quais já não concorre o atual Presidente e líder da Frelimo, por ter atingido o limite de dois mandatos previsto na Constituição.

A votação de outubro inclui legislativas, bem como para governadores de províncias e respetivas assembleias provinciais.

Leia Também: Moçambique. Banco anuncia remoção de barreiras a investimento estrangeiro

Recomendados para si

;
Campo obrigatório