Meteorologia

  • 24 JULHO 2024
Tempo
32º
MIN 20º MÁX 38º

Fuzileiro abandona Espanha para lutar pela Ucrânia. Morreu em combate

Sergio Antolín pediu, em setembro do ano passado, uma licença de três meses para combater na Ucrânia. O homem deveria ter regressado ao cargo no dia 25 de dezembro, mas não voltou e foi considerado foragido.

Fuzileiro abandona Espanha para lutar pela Ucrânia. Morreu em combate
Notícias ao Minuto

19:07 - 14/06/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

Um fuzileiro naval que abandonou a Marinha espanhola para lutar na guerra na Ucrânia morreu em combate. Sergio Antolín pediu, em setembro do ano passado, uma licença de três meses para combater na Ucrânia. 

O homem deveria ter regressado ao cargo no dia 25 de dezembro, mas não voltou e foi considerado foragido. De acordo com o ABC Espanha, que cita o jornal local Diário de Cádiz, soube-se agora que o militar perdeu a vida em combate. 

A Força Armada denunciou a fuga e a Guarda Civil abriu uma investigação para esclarecer o paradeiro do jovem. Após a investigação, as autoridades determinaram que Sergio Antolín tinha viajado para o Leste Europeu para se alistar como voluntário no exército ucraniano.

Uma reportagem feita pelo jornal El Español revelou que a intenção do militar ao alistar-se no exército ucraniano era conhecer de perto a guerra.

Foi a polícia espanhola quem deu a notícia da morte do militar à mãe. A documentação de Sergio foi enviada às autoridades espanholas, assim como os seus pertences que vão ser, posteriormente, entregues à família. 

Leia Também: Kyiv confirma receção de restos mortais de 254 soldados

Recomendados para si

;
Campo obrigatório