Meteorologia

  • 12 JULHO 2024
Tempo
25º
MIN 16º MÁX 27º

Lula vai à OIT e G7 com mensagem contra as desigualdades

O Presidente brasileiro, Lula da Silva viajou para Genebra para participar hoje num evento da Organização Internacional do Trabalho (OIT) para ser o "representante dos trabalhadores", de onde seguirá para Itália para a cimeira do G7.

Lula vai à OIT e G7 com mensagem contra as desigualdades
Notícias ao Minuto

06:40 - 13/06/24 por Lusa

Mundo Brasil

Na primeira paragem da sua viagem, que terminará com uma audiência com o Papa Francisco, Lula da Silva participará hoje num fórum da Coligação Global para a Justiça Social, através da qual a OIT pretende promover o trabalho digno.

Eu penso que nós temos que levar para a OIT e para o G7 um discurso que eu não abro a mão de fazer que é o discurso contra as desigualdades. A desigualdade no mundo do trabalho, desigualdade de raça, desigualdade de educação, desigualdade de género", escreveu Lula da Silva, nas redes sociais, antes de partir para Genebra, onde apresentará a iniciativa global em defesa do trabalho digno que anunciou em setembro do ano passado juntamente com o Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

"Eu vou para a OIT para ser o representante dos trabalhadores", frisou.

O líder brasileiro viajará depois para a região italiana da Apúlia, onde participará na cimeira do G7, onde insistirá na necessidade de os líderes mundiais insistirem na luta contra todos os tipos de desigualdade, que o Brasil promove no âmbito do G20, cuja presidência anual exerce durante 2024.

No âmbito da cimeira, Lula vai reunir-se com os presidentes de França, Emmanuel Macron, da África do Sul, Cyril Ramaphosa, o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi e Ppresidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, indicaram fontes oficiais.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, Lula da Silva não tem planos de se encontrar com o presidente argentino, Javier Milei, que participará da reunião do G7, com quem tem profundas diferenças ideológicas.

Uma vez terminada a cimeira do G7, Lula tem agendada uma audiência com o Papa Francisco, que na semana passada recebeu o ministro brasileiro das Finanças, Fernando Haddad, que lhe apresentou a iniciativa de taxar os bilionários que o Brasil está a promover no âmbito do G20.

Leia Também: Ucrânia e Médio Oriente dominam cimeira do G7 em Itália

Recomendados para si

;
Campo obrigatório