Meteorologia

  • 12 JULHO 2024
Tempo
25º
MIN 16º MÁX 27º

Ucrânia e Médio Oriente dominam cimeira do G7 em Itália

As guerras na Ucrânia e no Médio Oriente, a Inteligência Artificial e a situação em África e América Latina fazem parte da agenda da cimeira do G7, que decorre entre hoje e sábado em Itália.

Ucrânia e Médio Oriente dominam cimeira do G7 em Itália
Notícias ao Minuto

06:09 - 13/06/24 por Lusa

Mundo Ucrânia/Rússia

Além dos chefes de Estado e de Governo da Alemanha, França, Itália, Reino Unido, Estados Unidos, Canadá e Japão, o encontro contará com vários convidados, entre os quais o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, o brasileiro, Lula da Silva, e o argentino, Javier Milei.

A sessão de abertura nesta quinta-feira será dedicada a África, alterações climáticas e desenvolvimento.

Seguir-se-á uma sessão dedicada à situação no Médio Oriente e depois debates sobre a Ucrânia - considerado o tema central da cimeira - antes de um jantar oficial.

Zelensky deverá insistir no pedido de ajuda aos seus aliados ocidentais. O exército ucraniano, com falta de munições e de homens, está a debater-se com dificuldades, nomeadamente devido ao atraso na entrega da ajuda militar ocidental.

Na véspera da reunião, a Casa Branca (presidência norte-americana) anunciou que o Presidente Joe Biden e o homólogo ucraniano iam assinar um acordo bilateral de segurança à margem do G7.

A primeira-ministra italiana, Giorgia Meloni, anfitriã da cimeira (Itália assume a presidência rotativa do grupo), que decorre em Apúlia, sul de Itália, assumiu que quis proporcionar "uma visão mais ampla e global", tendo convidado líderes africanos e árabes.

Na sexta-feira, o Papa Francisco aborda a Inteligência Artificial e a paz, antes do encerramento da cimeira, pelas 19h00 locais (menos uma hora em Lisboa).

No sábado à tarde, a primeira-ministra italiana dá uma conferência de imprensa.

Leia Também: Invasão russa lançou mais 175 milhões de toneladas de CO2 para atmosfera

Recomendados para si

;
Campo obrigatório