Meteorologia

  • 25 JUNHO 2024
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 23º

Irão recorreu a gangues para atos de violência contra interesses de Israel

O Irão recorreu a gangues para efetuar atos de violência contra interesses de Israel na Suécia e "noutros Estados", afirmaram hoje os serviços secretos suecos (Säpo).

Irão recorreu a gangues para atos de violência contra interesses de Israel
Notícias ao Minuto

16:58 - 30/05/24 por Lusa

Mundo Irão

"O regime iraniano utiliza redes criminosas na Suécia para cometer atos de violência contra outros Estados", afirmam em comunicado os Säpo, referindo que visam particularmente "interesses, atividades e alvos israelitas e judeus" no reino escandinavo.

Esta informação surge duas semanas após atentados "suspeitos" terem sido registados nas proximidades da embaixada de Israel em Estocolmo, segundo a polícia. Em fevereiro, um "motor ativo" foi encontrado na área da embaixada, e o embaixador israelita referiu que se tratava de uma "tentativa de atentado".

"O Irão já recorreu à violência noutros países europeus, para tentar fazer justiça às vozes críticas e às ameaças perseguidas contra o seu regime", acrescentam os Säpo.

"Julgamos um conflito regional se pode estender à escala mundial, e que a Suécia está numa área onde o país pode se perder", disse Daniel Stenling, dos Säpo, numa conferência de imprensa.

"Indivíduos muito jovens, quase crianças, podem ser utilizados para cometer infrações na Suécia, relacionados com os serviços secretos iranianos", segundo os Säpo.

A Suécia começou a conter a violência das lutas entre gangues criminosos nos últimos anos, enfrentando tiroteios e explosões. Essas violências foram inicialmente relacionadas com o controlo do tráfico de droga.

Os serviços de segurança suecos afirmam que continuarão a "tomar medidas para prevenir, dissuadir e reduzir a capacidade do Irão, mas atividades que ameaçam a segurança".

Leia Também: Irão foi responsável por 3 em cada 4 pessoas executadas em 2023

Recomendados para si

;
Campo obrigatório