Meteorologia

  • 23 JUNHO 2024
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 30º

"Não quis ofender". Papa Francisco pede desculpa por termos homofóbicos

Na nota de lamento, o Sumo Pontífice reiterou que "na Igreja Católica há lugar para todos".

"Não quis ofender". Papa Francisco pede desculpa por termos homofóbicos
Notícias ao Minuto

14:52 - 28/05/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Vaticano

O Papa Francisco pediu desculpa, esta terça-feira, por ter usado um termo homofóbico num encontro privado com bispos italianos, a 20 de maio, onde terá dito que "já há demasiada paneleirice" entre os seminaristas.

O porta-voz do Vaticano, Matteo Bruni, emitiu um comunicado reconhecendo a tempestade mediática que eclodiu após as palavras do Sumo Pontífice terem sido reportadas aos meios de comunicação social italianos.

De acordo com Matteo Bruni, Francisco está ciente da polémica e pede desculpa, realçando que "não quis ofender" ninguém.

"O Papa nunca pretendeu ofender ou expressar-se em termos homofóbicos, e pede desculpas àqueles que se sentiram ofendidos pelo uso de um termo relatado por outros", pode ler-se na nota, que esclarece que as declarações foram retiradas de uma "conversa à porta fechada com os bispos da Conferência Episcopal Italiana".

Recorda ainda o comunicado do Vaticano que o Papa argentino tem lutado para aproximar a Igreja dos católicos LGBTQ+ e que, tal como "já afirmou em diversas ocasiões", defende que "na Igreja Católica ninguém é inútil, ninguém é supérfluo, há lugar para todos".

Leia Também: Em privado, Papa opôs-se a seminaristas gays: "Já há muita paneleirice"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório