Meteorologia

  • 12 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 23º

"Estamos felizes com entrega dos F-16. Vão permitir-nos ser mais fortes"

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, agradeceu o apoio da Bélgica, anunciado esta terça-feira.

"Estamos felizes com entrega dos F-16. Vão permitir-nos ser mais fortes"
Notícias ao Minuto

10:44 - 28/05/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Volodymyr Zelensky

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, agradeceu o apoio da Bélgica, anunciado esta terça-feira, e afirmou que aguardava com expectativa novas discussões sobre a adesão da Ucrânia à União Europeia.

"Se queremos justiça, a Ucrânia deve prevalecer e para isso precisamos de armas. A Rússia não está sozinha, está a receber ajuda do Irão. Também da Coreia do Norte. Também há coisas que não dizemos publicamente, mas vemos essa oferta de suprimentos. E por isso estamos felizes com a entrega dos F-16. Os caças F-16 vão permitir-nos ser mais fortes", destacou Zelensky, em conferência de imprensa, citada pela Gazet van Antwerpen.

O presidente ucraniano voltou a tocar no tema da adesão da Ucrânia à União Europeia, referindo que o país "tem esse desejo" e vai preparar "a candidatura para a entrada na NATO", aguardando com expectativa novas discussões. "Trata-se de uma questão de justiça que tem de ser apoiada", acrescentou.

Zelensky aproveitou ainda para convocar líderes de todo o mundo para comparecerem à Conferência de Paz em junho, na Suíça. "Se querem paz, venha. Existem apenas dois cenários: Paz ou guerra. A Rússia está a tentar impedir a cimeira de paz, mas a paz é possível. E tudo depende da determinação dos outros estados. Participar nessa cimeira é, portanto, muito importante. Obrigado a si, primeiro-ministro belga, escolha a paz", referiu.

O presidente ucraniano destacou ainda que a situação em Kharkiv é problemática. "Essa região está a passar por momentos difíceis. É por isso que precisamos de armas, contra o terror russo", denotou. "Não devemos perder o apoio dos nossos parceiros, e é por isso que não vamos usar armas em território russo", esclareceu ainda.

Recorde-se que a Ucrânia e a Bélgica assinaram, esta terça-feira, um acordo bilateral de segurança que inclui a entrega de 30 caças F-16, durante uma reunião em Bruxelas entre o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e o primeiro-ministro belga, Alexander De Croo.

O documento inclui pelo menos 977 milhões de euros de ajuda militar belga à Ucrânia este ano, bem como o compromisso da Bélgica de prestar apoio ao nosso país durante os dez anos de vigência do acordo.

"Pela primeira vez, um acordo deste tipo especifica o número exato de caças F-16 - 30 - que serão entregues à Ucrânia até 2028, com o primeiro a chegar já este ano", afirmou Zelensky, numa partilha na rede social X.

A viagem do presidente ucraniano até Bruxelas acontece depois de Zelensky ter visitado Espanha e ter assinado um acordo de segurança entre os dois países, que "inclui um compromisso de ajuda militar para 2024 de mil milhões de euros que vai permitir à Ucrânia reforçar as suas capacidades", declarou Sánchez durante uma conferência de imprensa comum.

De seguida, parte para Lisboa, em Portugal, onde será recebido durante a tarde pelo chefe de Estado e pelo primeiro-ministro e assinará de um acordo de cooperação bilateral para dez anos.

Leia Também: Zelensky visita Bélgica e os países assinam acordo bilateral. As imagens

Recomendados para si

;
Campo obrigatório