Meteorologia

  • 17 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 22º

Exército iraniano diz ter localizado helicóptero em que viajava Raisi

O Exército iraniano indicou hoje ter localizado a posição "exata" do helicóptero em que viajava o Presidente iraniano, Ebrahim Raisi, graças a um sinal da aeronave e a outro do telemóvel de um dos tripulantes.

Exército iraniano diz ter localizado helicóptero em que viajava Raisi
Notícias ao Minuto

21:12 - 19/05/24 por Lusa

Mundo Irão

"Foi identificado o local exato da queda do helicóptero", declarou o comandante do Exército no Azerbaijão Oriental, general Asghar Abbasqolizadeh, segundo a agência noticiosa oficial IRNA.

"Há alguns minutos, foi recebido um sinal do helicóptero e do telemóvel de um dos tripulantes do local do acidente", disse a fonte.

"Agora, vamos com todas as forças militares para a zona e esperamos dar boas notícias", acrescentou Abbasqolizadeh.

Antes, o vice-presidente para os Assuntos Executivos, Mohsen Mansuri, tinha afirmado que dois passageiros do helicóptero em que viajava Raisi tinham sido contactados várias vezes e tiveram de fazer uma aterragem forçada numa zona montanhosa da província do Azerbaijão Oriental.

Mansuri indicou que três helicópteros partiram de Tabriz, a capital da província do Azerbaijão Oriental, às 13:00 horas locais (12:30 de Lisboa) e que, cerca de 30 minutos depois, se perdeu o contacto com o helicóptero em que Raisi seguia.

Juntamente com o Presidente, viajavam o ministro dos Negócios Estrangeiros, Hosein Amir Abdolahian, o governador do Azerbaijão Oriental, Malik Rahmati, e o líder das orações de sexta-feira em Tabriz, Mohammad Ali Ale-Hashem.

Após a perda de contacto, foi posta em marcha uma grande operação de salvamento, com pelo menos 65 equipas, mas as operações foram dificultadas pelo mau tempo, pela chuva e pelo denso nevoeiro na zona montanhosa onde ocorreu o incidente, indicou o Crescente Vermelho.

Perante o paradeiro desconhecido de Raisi, o líder supremo do Irão, Ali Khamenei, falou à nação, garantindo que "não haverá interrupção nas funções do país".

Entretanto, centenas de pessoas reuniram-se nas cidades sagradas de Mashad e Qom para rezar pelo bem-estar do líder ultraconservador, segundo imagens transmitidas pela televisão estatal.

Raisi tinha inaugurado hoje, juntamente com o homólogo azeri, Ilham Aliyev, uma barragem na fronteira entre os dois países, um projeto que ambos descreveram como um passo em frente nas relações bilaterais.

O chefe de Estado ultraconservador chegou ao poder em 2021, depois de vencer as eleições presidenciais com a participação mais baixa da história da República Islâmica.

O seu Governo intensificou a repressão contra ativistas, mulheres e críticos do regime.

[Notícia atualizada às 21h32]

Leia Também: Erdogan "triste" e Biden informado. As reações à queda de 'héli' no Irão

Recomendados para si

;
Campo obrigatório