Meteorologia

  • 23 JUNHO 2024
Tempo
28º
MIN 17º MÁX 30º

Pelo menos 20 palestinianos mortos em ataques israelitas em Gaza

Pelo menos 20 civis, incluindo um jornalista, morreram, esta madrugada, na sequência de ataques do exército israelita na Faixa de Gaza, informou o jornal palestiniano Filastin.

Pelo menos 20 palestinianos mortos em ataques israelitas em Gaza
Notícias ao Minuto

06:25 - 19/05/24 por Lusa

Mundo Israel/Palestina

Dezanove palestinianos foram mortos num ataque a uma casa a norte do campo de refugiados de Nuseirat, no centro do enclave, de acordo com o jornal diário.

As equipas de emergência tiveram de interromper as operações de busca devido à "falta de capacidade", informou ainda o Filastin.

Além disso, aviões de combate israelitas bombardearam vários pontos do campo de refugiados de Jabalia, no norte da Faixa de Gaza, num ataque que matou um jornalista, disseram fontes locais à agência de notícias palestiniana Wafa.

Há dois dias, as autoridades da Faixa de Gaza anunciaram a morte de quatro jornalistas numa série de bombardeamentos do exército israelita.

Desde o início da guerra, morreram um total de 148 jornalistas, escreveu hoje a agência de notícias Europa Press.

Zonas da cidade de Beit Lahia, no norte da Faixa de Gaza, foram também palco de "bombardeamentos de artilharia pesada", que mataram e feriram vários cidadãos, referiu a mesma agência.

O Ministério da Saúde do Hamas atualizou, no sábado, para 35.386 pessoas, o número de mortos na Faixa de Gaza desde o início da guerra entre Israel e o movimento islamita palestiniano Hamas.

Em comunicado, o ministério referiu que, em 24 horas, morreram 83 pessoas, isto numa noite de "intensos bombardeamentos" em Jabalia e em que se registaram novos movimentos de tropas em Rafah, no sul.

O porta-voz da Defesa Civil na Faixa de Gaza, independente do Hamas, disse que a destruição em Jabalia "é massiva", depois de mais de 300 casas terem sido "completamente destruídas".

A ofensiva militar israelita na Faixa de Gaza provocou mais de 35 mil mortos e perto de 80.000 feridos em sete meses, segundo dados do Ministério da Saúde do enclave, controlado pelo Hamas desde 2007.

O atual conflito foi desencadeado por um ataque sem precedentes do Hamas no sul de Israel, em 7 de outubro de 2023, que causou cerca de 1.200 mortos e duas centenas de reféns, de acordo com as autoridades israelitas.

Leia Também: Gantz ameaça demitir-se se Israel não adotar novo plano para a guerra

Recomendados para si

;
Campo obrigatório