Meteorologia

  • 30 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 30º

Menino de 10 anos morreu de ataque de asma após inalador não funcionar

Agora, a mãe pede mais consciencialização sobre a condição e cuidados com a asma.

Menino de 10 anos morreu de ataque de asma após inalador não funcionar
Notícias ao Minuto

07:56 - 24/04/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Reino Unido

Warren Dowling, de apenas 10 anos, morreu de ataque de asma após brincar com o irmão num trampolim, em casa. Quando puxou do inalador, este não funcionou, acabando por morrer. 

O menino, um de sete irmãos, divertia-se com o seu irmão Cameron, em Portsmouth, Inglaterra, quando ficou azul e parou de respirar. O caso deu-se no ano passado. 

Segundo o The Independent, o menino de 10 anos esteve "bem" o dia todo, mas começou a entrar em pânico quando o seu inalador não funcionou e morreu depois de o seu pai tentar desesperadamente salvar a sua vida com reanimações. 

"Warren lidava bem com a sua asma, mas uma ou duas vezes por ano tinha um ataque de asma muito forte e precisava de ir ao hospital, o que era assustador", lembra a mãe, Belinda. 

Nessa noite, a mãe recorda que o menino lhe pediu o inalador. "Parecia que não estava a funcionar e ele começou a entrar em pânico, então, enquanto eu estava a ligar para uma ambulância, ele ficou azul e parou de respirar", conta. 

"O pai dele fez reanimação até a ambulância chegar e levá-lo ao hospital, mas não havia nada que pudessem fazer para salvá-lo. O Warren estava sempre tão feliz com um sorriso atrevido no rosto, mesmo quando estava a ser repreendido", acrescenta.

Agora, Belinda pede mais consciencialização sobre a condição e cuidados com a asma. "Nunca houve consciência suficiente sobre a asma, quero que todos saibam a gravidade da asma e que ninguém mais passe pelo que passamos. Eu sei que Warren ficaria muito feliz se a sua história pudesse ajudar outras pessoas", afirmou. 

Uma associação, a Charity Asthma and Lung UK revelou que que "chocantemente pouco mudou" desde um relatório histórico sobre a condição há 10 anos, que recomendou medidas para prevenir mortes desnecessárias.

Leia Também: Mulher que levou tio morto ao banco estava "sob efeito de medicação"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório