Meteorologia

  • 23 MAIO 2024
Tempo
23º
MIN 12º MÁX 23º

Exército reivindica morte de líderes do EI em operação no norte do Iraque

O Exército iraquiano reivindicou hoje a morte de dois "líderes muito perigosos" da organização terrorista Estado Islâmico (EI), numa zona montanhosa no norte do país, depois de ter bombardeado um abrigo onde estavam entrincheirados.

Exército reivindica morte de líderes do EI em operação no norte do Iraque
Notícias ao Minuto

23:56 - 23/04/24 por Lusa

Mundo Iraque

"Os F16 Falcons realizaram um bombardeamento contra um dos abrigos de terroristas do EI na cordilheira de Hamrin", localizada no norte do Iraque, às 08h10 [05h10 em Lisboa), que causou a morte de dois "líderes muito perigosos", destacou o Comando de Operações Conjuntas do Iraque, em comunicado, sem detalhar nomes ou cargos.

Na operação, as forças encontraram no esconderijo um grande número de armas, munições e equipamentos pertencentes a membros do grupo 'jihadista'.

O ataque foi realizado depois de a Direção de Inteligência Militar do Iraque ter desenvolvido um dispositivo de rastreamento para obter informações precisas, em cooperação e coordenação com o Comando de Operações Conjuntas, pode ler-se ainda na nota.

No final de março, o Exército iraquiano tinha anunciado uma operação na fronteira com a Síria, na qual matou um proeminente líder do Estado Islâmico identificado como Samir al Nimrawi, um cidadão iraquiano "responsável pela transferência e entrega de terroristas, armas e materiais explosivos entre o Iraque e a Síria".

O ISIS [Estado Islâmico] foi derrotado territorialmente no Iraque em 2017, depois de ter controlado grandes áreas do país desde 2014, mas as suas 'células adormecidas' continuam a realizar ataques, especialmente contra as forças de segurança iraquianas e particularmente na fronteira com a Síria e no norte e centro do país.

Leia Também: Tropas dos EUA no oeste do Iraque atacadas sem vítimas ou danos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório