Meteorologia

  • 29 MAIO 2024
Tempo
29º
MIN 15º MÁX 29º

Autoridades de Gaza dizem que exumaram 200 corpos de vala comum

A Defesa Civil da Faixa de Gaza, controlada pelo movimento islamita palestiniano Hamas, afirmou hoje que exumou nos últimos três dias cerca de 200 corpos de pessoas alegadamente enterradas pelas forças israelitas em valas comuns num hospital.

Autoridades de Gaza dizem que exumaram 200 corpos de vala comum
Notícias ao Minuto

19:06 - 22/04/24 por Lusa

Mundo Faixa de Gaza

"As nossas equipas continuam a encontrar corpos dentro do Complexo Médico Nasser e desde sábado que os corpos de cerca de 200 mártires foram exumados", disse Mahmoud Bassal, porta-voz da Defesa Civil.

Mohammed al-Mughayer, líder da Defesa Civil da Faixa de Gaza, confirmou que 283 corpos foram descobertos nas sepulturas do hospital Nasser, em Khan Younis.

"Até agora, encontrámos os corpos enterrados de 283 pessoas, mortas a sangue-frio pelo Exército de ocupação israelita", disse Ismail al-Thawabteh, chefe do departamento de comunicações do Governo do grupo islamita Hamas.

Os hospitais na Faixa de Gaza, que Israel afirma serem usados como centros de operações militares do Hamas, foram severamente alvejados durante a operação militar levada a cabo pelo Exército israelita no território palestiniano desde o ataque perpetrado em território israelita em 07 de outubro por combatentes do Hamas provenientes de Gaza.

Em resposta ao ataque de 07 de outubro, Israel lançou uma operação militar em grande escala contra a Faixa de Gaza com o objetivo declarado de aniquilar o Hamas.

O ataque do movimento palestiniano em Israel provocou 1.170 mortos, a maioria civis, segundo uma contagem com base em dados oficiais israelitas.

Cerca de 250 pessoas também foram feitas reféns para Gaza e 129 ainda lá estão, entre as quais 34 foram consideradas mortas pelo Exército israelita.

As operações militares israelitas realizadas nos últimos seis meses na Faixa de Gaza provocaram mais de 34 mil mortos, a maioria mulheres e crianças, segundo o Ministério da Saúde do Hamas.

Leia Também: Netanyahu aumentará "pressão militar" sobre Hamas "nos próximos dias"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório