Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 20º

Trump à frente de Biden na Georgia e Michigan e a empatar na Pensilvânia

O ex-presidente dos Estados Unidos e recandidato republicano Donald Trump lidera o atual chefe de Estado, o democrata Joe Biden, nos importantes estados da Georgia e Michigan, enquanto na Pensilvânia e Wisconsin há empate, segundo a mais recente sondagem.

Trump à frente de Biden na Georgia e Michigan e a empatar na Pensilvânia
Notícias ao Minuto

06:48 - 20/04/24 por Lusa

Mundo Sondagem

Nas eleições presidenciais de 2020, Biden venceu Trump por uma margem estreita nesses quatro estados, todos considerados 'campos de batalha' devido à pequena diferença de votos entre democratas e republicanos.

A sondagem da estação televisiva conservadora Fox News indica que, nas eleições de 05 de novembro, em que será reeditado o duelo de há quatro anos, o republicano venceria o democrata com seis pontos de vantagem, com Trump a obter 51% dos votos e Biden 45%.

O magnata nova-iorquino também obteria 49% dos votos em Michigan, uma diferença de três pontos em relação aos 46% que o atual inquilino da Casa Branca conseguiria.

Por outro lado, a competição seria muito mais disputada na Pensilvânia, onde ambos empatariam com 48% dos votos, e em Wisconsin, onde ambos teriam 47%.

A sondagem foi realizada entre 11 e 16 de abril, contemplando mais de 1,1 mil eleitores em cada um dos estados e têm margem de erro de três pontos.

Biden realizou uma viagem eleitoral de três dias esta semana na Pensilvânia, ao seu Estado natal, para tentar garantir a sua vitória, enquanto Trump esteve concentrado no início do seu julgamento criminal em Nova Iorque.

Primeiro ex-presidente dos Estados Unidos a comparecer a um tribunal criminal, a acusação contra Donald Trump centra-se em pagamentos de 130 mil dólares que a empresa do ex-presidente fez ao então seu advogado pessoal, Michael Cohen. Este entregou esta soma, em nome de Trump, à estrela de filmes pornográficos Stormy Daniels, para comprar o seu silêncio, um mês da eleição presidencial em 2016, dadas as suas alegações de que teria tido um encontro sexual com o multimilionário.

Além de Nova Iorque, Trump é ainda acusado criminalmente em Washington e na Georgia pelos seus esforços para reverter a sua derrota eleitoral em 2020, assim como na Florida, por reter ilegalmente documentos confidenciais após deixar o cargo em 2021.

As datas do julgamento dos outros três casos criminais ainda permanecem indefinidas.

Leia Também: Alegações iniciais de julgamento de Trump começam na segunda-feira

Recomendados para si

;
Campo obrigatório