Meteorologia

  • 21 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 20º

"Emergência". Catalunha poderá restringir uso de água a turistas

Uma restrição de 100 litros por turista poderá entrar em vigor se o consumo doméstico de água não ficar abaixo dos limites estabelecidos durante três meses consecutivos. 

"Emergência". Catalunha poderá restringir uso de água a turistas
Notícias ao Minuto

22:53 - 17/04/24 por Notícias ao Minuto com Lusa

Mundo Espanha

O governo da região da Catalunha, em Espanha, aprovou, na terça-feira, novas medidas sobre o consumo de água, que podem levar a um maior controlo para turistas.

Segundo a imprensa espanhola, as autoridades catalãs alertaram o setor da hotelaria de que uma restrição de 100 litros por turista poderá entrar em vigor se o consumo doméstico de água não ficar abaixo dos limites estabelecidos durante três meses consecutivos. 

A Catalunha, recorde-se, declarou, no início de fevereiro, a "situação de emergência" por causa da maior seca de que há registo nesta região espanhola, impondo novas restrições no uso e consumo de água a seis milhões de pessoas de 202 municípios.

De acordo com o El País, atualmente, cada residente da região da Catalunha utiliza 160 litros de água por dia, enquanto um turista na capital, Barcelona, gasta em média 163 litros - valor que aumenta para mais de 240 litros em hotéis de lixo.

As restrições já em vigor afetam 202 municípios e incluem a área metropolitana de Barcelona, a segunda maior cidade de Espanha. No total, mais de seis milhões de pessoas - cerca de 80% da população da Catalunha - são afetadas.

A situação de emergência prevê restrições em vários setores. No caso da agricultura, a rega tem de ser reduzida em 80% e as explorações de criação de gado têm de reduzir o consumo de água em 50%.

Na indústria e serviços recreativos, a redução tem de ser de 25%.

A limpeza de ruas e outros espaços urbanos com água potável está proibida, assim como a rega de jardins e zonas verdes, tanto públicos como privados. Neste ponto, há uma exceção para jardins botânicos e rega "de sobrevivência de árvores", desde que seja usada água regenerada.

A rega de relvados e campos desportivos só é permitida em desportos federados e não pode ser usada água potável. Passa também a ser proibido encher parcial ou totalmente qualquer piscina privada.

Entre as proibições está também a de lavar os carros, o que só pode ser feito em empresas especializadas que tenham sistemas de reutilização de água.

Leia Também: Sete crianças mortas pelos pais em Espanha só este ano 

Recomendados para si

;
Campo obrigatório