Meteorologia

  • 25 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 25º

Sondagens dão vitória ao partido do PM nas eleições na Croácia

A União Democrática Croata (HDZ), a formação conservadora do primeiro-ministro Andrej Plenkovic, venceu as eleições legislativas na Croácia ao somar 58 assentos, menos oito do que em 2020, de acordo com sondagens à boca das urnas da televisão Nova.

Sondagens dão vitória ao partido do PM nas eleições na Croácia
Notícias ao Minuto

20:43 - 17/04/24 por Lusa

Mundo Andrej Plenkovic

Em segundo lugar está a coligação Rios de Justiça, liderada pelo partido social-democrata SDP, com 44 assentos no parlamento de 151 deputados, e que é apoiada pelo Presidente da República, o populista eurocético Zoran Milanovic.

O partido nacionalista de direita Movimento Patriótico ficou em terceiro lugar com 13 assentos e o seu apoio poderá ser decisivo na formação de um Governo, tal como os 11 deputados do ambientalista Mozemo (Podemos) e os nove dos liberais do Most (Ponte).

Desde 2020, os conservadores governam em coligação com uma formação liberal e com o apoio de deputados minoritários, mas a perda de oito assentos, de acordo com esta projeção, significa que HDZ precisará de mais apoio e o mesmo poderá aplicar-se aos sociais-democratas.

O HDZ chega a estas eleições carregado de escândalos de corrupção e até os seus parceiros tradicionais de direita descartaram a possibilidade de participar numa futura aliança de governo.

Por sua vez, Milanovic provocou indignação por se apresentar como rival de Plenkovic apenas um mês antes da data das eleições e protagonizar uma campanha como o principal e mais duro crítico do HDZ sem deixar de ser chefe de Estado.

Milanovic, que nos últimos anos passou de social-democrata a populista nacionalista eurocético, expressando mesmo compreensão relativamente à política agressiva da Rússia, ignorou o aviso do Tribunal Constitucional de que a participação na campanha eleitoral é incompatível com o cargo presidencial que ocupa.

O chefe de Estado reagiu chamando os juízes de "grupo de 'gangsters'" e afirmou que só renunciará ao cargo de Presidente se a oposição conseguir formar um novo executivo por ele liderado.

Por sua vez, Plenkovic acusou-o de violar a Constituição e de empurrar o país para o "mundo russo".

Os resultados oficiais são esperados ainda nesta noite.

Leia Também: PM e presidente da Croácia confrontam-se em legislativas na quarta-feira

Recomendados para si

;
Campo obrigatório