Meteorologia

  • 27 MAIO 2024
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 22º

Trump "deixou claro que achava que a Ucrânia deve fazer parte da Rússia"

A revelação foi feita pela sua antiga conselheira de Trump, Fiona Hill, e fazem parte de um novo livro sobre a segurança nacional do país. 

Trump "deixou claro que achava que a Ucrânia deve fazer parte da Rússia"
Notícias ao Minuto

21:13 - 12/04/24 por Notícias ao Minuto

Mundo EUA

O ex-presidente dos Estados Unidos e atual candidato à liderança norte-americana, Donald Trump, "deixou muito claro" que considerava que a Ucrânia "devia fazer parte da Rússia". A revelação foi feita pela sua antiga conselheira, Fiona Hill, e fazem parte de um novo livro sobre a segurança nacional do país. 

"Trump deixou muito claro que achava que a Ucrânia, e certamente a Crimeia, deve fazer parte da Rússia", disse Hill, que foi diretor sénior para os assuntos europeus e russos no Conselho de Segurança Nacional dos EUA entre 2017 e 2019.

"Ele realmente não conseguia entender a ideia de que a Ucrânia era um Estado independente", acrescentou, citada pelo The Guardian, frisando que Trump tinha uma visão sobre a Ucrânia "essencialmente idêntica" à do presidente russo, Vladimir Putin.

As declarações de Hill foram proferidas ao jornalista do The New York Times, David Sanger, e fazem parte do livro 'New Cold Wars: China's Rise, Russia's Invasion, and America's Struggle to Defend the West'.

Sublinhe-se que Putin, que ordenou uma "operação militar especial" na Ucrânia em fevereiro de 2022, referiu-se recentemente aos territórios ocupados pelas forças russas como a "Nova Rússia".

Num comício organizado para celebrar o 10.º aniversário da anexação da Crimeia, o presidente avançou que estão a ser construídas ligações ferroviárias entre a Rússia e as regiões ucranianas de Zaporíjia, Kherson, Donetsk e Lugansk, após as populações locais terem expressado o "desejo" de voltar a pertencer à Rússia.

Leia Também: Kyiv e Moscovo trocam mais de 120 corpos de soldados

Recomendados para si

;
Campo obrigatório