Meteorologia

  • 13 ABRIL 2024
Tempo
28º
MIN 16º MÁX 29º

Milei fecha maior agência de notícias da Argentina e cerca edifício

Cerca de 700 trabalhadores foram surpreendidos com a decisão.

Notícias ao Minuto

22:32 - 04/03/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Argentina

Os cerca de 700 funcionários da agência estatal de notícias da Argentina, a Télam, foram surpreendidos com um e-mail na madrugada desta segunda-feira, dia 4, onde foram dispensados de trabalhar pelos próximos 7 dias.

A agência, localizada no bairro de San Telmo, em Buenos Aires, amanheceu fechada e cercada por grades e polícia. 

O presidente argentino, Javier Milei, anunciou a decisão de encerrar a agência, argumentando que esta "tem sido utilizada nas últimas décadas como agência de propaganda do 'kirchnerismo'", em referência aos antigos presidentes Néstor Kirchner (2003-2007) e Cristina Fernández de Kirchner (2007-2015).

Por volta do meio-dia desta segunda, horário local, centenas de pessoas concentraram-se junto à agência em protesto. Pode ver as imagens do protesto na galeria. 

A Confederação Geral do Trabalho (CGT), principal central sindical da Argentina, repudiou a decisão de encerrar a Agência Nacional de Notícias Télam, advertindo que se está a pôr em risco uma "emblemática empresa de comunicação".

Leia Também: Javier Milei anuncia pacote de leis que elimina privilégios políticos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório