Meteorologia

  • 19 ABRIL 2024
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 21º

Abbas visita Turquia na terça-feira para análise sobre a Palestina

O Presidente da Autoridade Palestiniana (AP), Mahmoud Abbas, desloca-se na terça-feira à Turquia para analisar com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, a situação na Palestina e a guerra em curso, anunciou hoje o Governo de Ancara.

Abbas visita Turquia na terça-feira para análise sobre a Palestina
Notícias ao Minuto

11:49 - 03/03/24 por Lusa

Mundo Israel/Palestina

"O Presidente Erdogan convidou Abbas para se deslocar à Turquia para discutir a situação na Palestina e a guerra em curso e para ser informado das conversações inter-palestinianas" com o Hamas e outros grupos palestinianos, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Hakam Fidan, na sessão de encerramento do Fórum Diplomático da Antália, no sul da Turquia.

O local do encontro não foi adiantado.

Fidan confirmou também que "as negociações para um cessar-fogo em Gaza continuam através dos mediadores" e com, segundo disse, "uma vontade e um esforço reais para se conseguir um cessar-fogo antes do Ramadão", que começará no dia 10 ou 11.

Representantes do Hamas, do Qatar e dos Estados Unidos estão hoje no Cairo para iniciar uma nova ronda de negociações com vista a uma trégua na Faixa de Gaza, onde Israel combate o movimento islâmico palestiniano Hamas, tal como noticiou o órgão de comunicação social pró-governamental egípcio al-Qahera.

O Egito, o Qatar e os Estados Unidos tentam há semanas obter uma trégua na guerra desencadeada por um ataque sem precedentes do movimento palestiniano em solo israelita a 07 de outubro de 2023.

Os atentados deixaram mais de 30.400 mortos, segundo o Hamas. Até à data, 130 dos estimados 240 reféns raptados no sul de Israel ainda se encontram em território palestiniano.

Além disso, o ministro turco, que conversou na sexta-feira e no sábado com o homólogo russo, Sergei Lavrov, presente em Antalya, estimou ter chegado a altura de a Rússia e a Ucrânia começarem a dialogar.

"Na nossa opinião, ambos os lados atingiram agora o máximo que poderiam alcançar através da guerra. É hora de iniciar o diálogo rumo a um cessar-fogo", afirmou Fidan.

"Isto não significa reconhecer a ocupação" dos territórios ucranianos pelas forças russas, sublinhou o chefe da diplomacia turca, para quem o cessar-fogo e a questão da soberania "devem ser tratados separadamente".

O Fórum de Antalya, um importante encontro anual da diplomacia turca na estância balnear da costa sul do país, reúne chefes de Estado e de Governo, ministros, diplomatas, empresários e investigadores durante três dias.

Leia Também: Milhares manifestam-se a favor da Palestina em várias cidades dos EUA

Recomendados para si

;
Campo obrigatório