Meteorologia

  • 17 ABRIL 2024
Tempo
25º
MIN 14º MÁX 28º

Guerra da Rússia com NATO? "Declarações extremamente irresponsáveis"

O Kremlin qualificou hoje de "extremamente irresponsáveis" as declarações do secretário de Estado norte-americano, Lloyd Austin, que antecipou que a NATO será arrastada para um conflito com a Rússia, se a Ucrânia não resistir.

Guerra da Rússia com NATO? "Declarações extremamente irresponsáveis"
Notícias ao Minuto

12:58 - 01/03/24 por Lusa

Mundo Dimitri Peskov

"Estamos a ouvir declarações extremamente irresponsáveis vindas de várias capitais europeias, e agora do outro lado do mar", disse o porta-voz do Kremlin, Dimitri Peskov, que explicou que as palavras de Austin "conduzem a um novo aumento da tensão".

Peskov acrescentou que as declarações de Austin "demonstram de facto a visão da NATO" no contexto da guerra na Ucrânia, alegando que a Aliança Atlântica "olha para a Ucrânia como parte do seu território".

O porta-voz do Kremlin sublinhou que as declarações do chefe do Pentágono "demonstram mais uma vez que o que a Rússia está a fazer é totalmente correto", referindo-se à invasão da Ucrânia.

Austin disse que se Presidente russo tiver sucesso na invasão da Ucrânia, "não irá parar".

"Putin continuará a tomar medidas mais agressivas na região. Se a Ucrânia cair, acredito realmente que a NATO entrará em guerra com a Rússia", disse o secretário de Estado norte-americano, durante uma sessão perante o Comité de Serviços Armados da Câmara dos Representantes dos EUA.

"Se a Ucrânia cair, Putin não irá parar ali. Continuará a avançar e a atacar os territórios soberanos dos seus vizinhos. Se forem um país báltico, têm razões para estar preocupados, porque poderão ser o próximo alvo", disse Austin, que sublinhou a importância de manter o apoio militar a Kiev para enfrentar a ofensiva russa.

Leia Também: O que se passa na Transnístria e o que levou ao pedido de ajuda à Rússia?

Recomendados para si

;
Campo obrigatório