Meteorologia

  • 17 ABRIL 2024
Tempo
25º
MIN 14º MÁX 28º

Zimbabué recebeu os primeiros cereais oferecidos pela Rússia

O Ministério da Agricultura do Zimbabué confirmou hoje a chegada dos primeiros carregamentos de cereais oferecidos pela Rússia, uma parte das 200.000 toneladas prometidas pelo Presidente russo a seis países africanos.

Zimbabué recebeu os primeiros cereais oferecidos pela Rússia
Notícias ao Minuto

20:28 - 23/02/24 por Lusa

Mundo Zimbabué

Moscovo prometeu na cimeira Rússia-África em São Petersburgo, em julho de 2023, entregar gratuitamente cereais ao Mali, Burkina Faso, República Centro-Africana, Eritreia, Zimbabué e Somália.

O Presidente russo, Vladimir Putin, afirmou, na altura, que a Rússia continua a ter um "potencial muito elevado" de exportação de cereais, apesar das sanções ocidentais impostas como punição pelo ataque à Ucrânia.

Os primeiros carregamentos chegaram "há algumas semanas", disse à imprensa o vice-ministro da agricultura do Zimbabué, Vangelis Haritatos, durante uma visita a um armazém.

O Zimbabué deverá receber um total de 25.000 toneladas.

O Presidente, Emmerson Mnangagwa, decidirá a utilização a dar a este donativo, "mas é certo que o trigo pode ser entregue a famílias vulneráveis", acrescentou Vangelis Haritatos.

O país da África Austral, que faz fronteira com Moçambique, está mergulhado numa grave crise económica há mais de 20 anos, marcada por uma inflação galopante e pela escassez de alimentos, combustíveis e medicamentos. A pobreza é generalizada e o desemprego é elevado.

O Zimbabué deverá igualmente receber 23.000 toneladas de fertilizantes, das quais 10.000 toneladas já foram entregues. Estas serão utilizadas no âmbito de um programa governamental de distribuição de sementes e fertilizantes aos agricultores.

Leia Também: Ucrânia condena destruição de cereais por agricultores polacos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório