Meteorologia

  • 20 ABRIL 2024
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 22º

5G. Espanha sem intenção de fazer uma lista de fornecedores de alto risco

O ministro da Transformação Digital e Função Pública afirmou hoje que "Espanha não tem intenção de fazer uma lista de fornecedores de alto risco", fechando a porta a esta possibilidade aquando da aprovação da Lei de Cibersegurança 5G.

5G. Espanha sem intenção de fazer uma lista de fornecedores de alto risco
Notícias ao Minuto

20:33 - 23/02/24 por Lusa

Mundo Espanha

"Não existe nenhum quadro europeu que o exija", acrescentou José Luis Escrivá quando questionado sobre esta matéria durante o Fórum da Nova Economia, hoje em Espanha.

Sobre se a chinesa Huawei será ou não um fornecedor de alto risco, Escrivá não respondeu nem deu mais detalhes sobre o assunto.

Quando foi apresentada a Lei de Cibersegurança 5G, foi avançada a possibilidade de lançar uma lista de fornecedores de alto risco, o que hoje foi afastado pelo governante espanhol.

Em Portugal, a Comissão de Avaliação de Segurança (CAS), no âmbito do Conselho Superior de Segurança do Ciberespaço, divulgou uma deliberação, em maio, sobre o "alto risco" para a segurança das redes e de serviços 5G do uso de equipamentos de fornecedores que, entre outros critérios, sejam de fora da UE, NATO ou OCDE e que "o ordenamento jurídico do país em que está domiciliado" ou ligado "permita que o Governo exerça controlo, interferência ou pressão sobre as suas atividades a operar em países terceiros".

A deliberação não refere nomes de empresas ou de países, mas a Huawei é apontada como alvo, nomeadamente porque a tecnológica chinesa foi banida das redes 5G em outros países europeus.

Leia Também: MEO e GSMA assinam memorando para impulsionar serviços 5G

Recomendados para si

;
Campo obrigatório