Meteorologia

  • 21 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 20º

Cidade na Tailândia invadida por 3.500 macacos. Lojas obrigadas a fechar

Alguns habitantes abandonaram a cidade, enquanto outros se barricaram em casa para se protegerem dos animais.

Notícias ao Minuto

16:20 - 02/02/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Tailândia

Várias lojas e empresas foram forçadas a encerrar portas e a mudar de instalações depois de a cidade de Lopburi, na Tailândia, ter sido invadida por cerca de 3.500 macacos. Alguns habitantes abandonaram a cidade, enquanto outros se barricaram em casa para se protegerem dos animais.

“Vivemos numa jaula, mas os macacos vivem do lado de fora”, disse Kuljira Taechawattanawanna, uma habitante de Lopburi. A mulher referiu que teve de cobrir o terraço de sua casa, de forma a evitar que os macacos invadissem a habitação em busca de comida.

Segundo o The Sun, o caos começou com a pandemia Covid-19 uma vez que até então os turistas alimentavam os macacos com bananas. O confinamento imposto pela pandemia travou o fluxo de turismo, levando os macacos a invadirem a cidade em busca de alimentos. 

"Os macacos agarram tudo o que podem. Estão mais famintos do que nunca", afirmou um comerciante local. 

Inicialmente, os moradores de Lopburi tentaram afastar os macacos, dando-lhes doces, refrigerantes e cereais. No entanto, a estratégia foi mal sucedida, uma vez que os alimentos açucarados tornam os macacos mais hiperativos e sexualmente ativos. Assim, os animais foram-se reproduzindo cada vez mais.

As autoridades têm enfrentado dificuldades em capturar os macacos, uma vez que estes já sabem as táticas usadas. “Assim que veem os nossos rostos, eles lembram-se e sabem o que vamos fazer”, diz Supakarn Kaewchot, veterinário do governo, que assumiu ainda que em alguns grupos há um membro que tenta impedir que os outros macacos entrem nas jaulas. 

Leia Também: Chineses recebem 1.278€ para se vestirem de macacos e serem alimentados

Recomendados para si

;
Campo obrigatório